Centro POP oferece serviços de emissão de documentos à população em situação de rua de Juazeiro

(foto: divulgação/PMJ)

Somado aos serviços de acolhimento à população em situação de rua, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) da Prefeitura de Juazeiro, no Norte da Bahia, tem disponibilizado serviços de emissão de documentos e solicitação do auxílio emergencial para esse público. A ação é realizada desde 2014 e hoje atende, também, a população que está em isolamento social no Colégio Paulo VI.

Os serviços são ofertados através da equipe multidisciplinar do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP) e o objetivo é ampliar o acesso à garantia de direitos. A solicitação do auxílio emergencial do Governo Federal resultou, até o momento, segundo a secretaria, na aprovação do benefício de cerca de trinta pessoas em situação de rua.

“Trata-se de uma população que já exercia algum tipo de trabalho e possuía CadÚnico. Algumas conseguiram com esse Auxílio, inclusive, alugar um local para morar temporariamente”, explica o advogado do departamento jurídico do Centro POP, Nilton Ribeiro. Para ele, a conquista do benefício foi importante para contribuição na estabilização social dessas pessoas.

Além deste benefício, a equipe também realiza a emissão de documentos como a Certidão de Nascimento, Carteira de Identidade, Benefício de Prestação Continuada (BPC), atendimento jurídico e inclusão dos acolhidos no Bolsa Família. O serviço é disponibilizado junto ao acolhimento psicossocial, que avalia as necessidades de cada pessoa, possibilitando encaminhamentos médicos, desenvolvimento de atividades pedagógicas, ações voltadas ao fortalecimento do convívio social e redes de apoio.

“O trabalho social humanizado é essencial à população o que envolve a escuta, o estudo social, diagnóstico, informação, comunicação e defesa de direitos. No entanto, precisamos dar o primeiro passo, que é emissão dos documentos, para que possamos continuar o serviço e fazer com que eles sintam-se abraçados e inseridos na sociedade, como de fato estão”, explica a coordenadora do Centro POP, Radany Alves.

Em atividade no município desde 2014, o Centro POP é uma unidade pública voltada para o atendimento especializado à população em situação de rua, realizando atendimentos individuais e coletivos. A instituição também funciona como ponto de apoio para esse público. Com o início do projeto de isolamento social no Colégio Paulo VI, por meio da Prefeitura de Juazeiro, as ações do Centro POP passaram a ser ofertados também ao grupo que está instalado no alojamento.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.