Etapa 10 da retomada: autorizada a reabertura de parques e ampliação da capacidade de cinemas e eventos a partir da próxima semana em Petrolina

(foto: André Luís)

Petrolina, no Sertão de Pernambuco, avançou para a etapa 10 do Plano de Convivência com a Covid-19 do governo do Estado, autorizando a reabertura de parques e ampliação da capacidade de cinemas e realizar eventos com até 300 pessoas. O anúncio, feito nesta quarta-feira (14), vale para todas as cidades das Gerências Regionais de Saúde (Geres) V, VI, VII, VIII e XI, que reúnem cidades do Agreste e do Sertão, e começa a valer a partir de segunda-feira (19).

Com o avanço, essas Geres poderão realizar eventos corporativos, culturais e sociais para até 300 pessoas ou 50% da capacidade do espaço, o que for menor. Também poderão reabrir parques de diversão, temáticos e similares, com a adoção de novos protocolos. Cinemas e teatros poderão ampliar sua capacidade de lotação para 50%.

Apesar de estar autorizar a funcionar, o cinema de Petrolina manteve-se fechado, e, de acordo com a administração, segue sem previsão de reabertura ao público. O SESC da cidade, um dos principais equipamentos culturais do município e que dispõe ainda do Teatro Dona Amélia, retomará gradualmente as atividades. O teatro, por exemplo, que possui capacidade para 353 pessoas, funcionará inicialmente de forma reduzida e receberá um público de até 100 pessoas [veja a matéria na íntegra].

Indicadores

Durante coletiva de imprensa online, o secretário estadual de Saúde, André Longo, fez a análise epidemiológica da última semana, destacando que, apesar de um leve aumento de 2% nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) na comparação de 15 dias, ainda dentro de um nível de estabilidade, os indicadores estão abaixo do observado antes da fase de aceleração da pandemia, no final de março.

O secretário estadual de Saúde destacou que a taxa de mortalidade atingiu o patamar de menos de uma morte por 100 mil habitantes, de forma sustentada, desde o mês de agosto. André Longo ressaltou, mais uma vez, a importância da manutenção de cuidados pela população.

“A doença não acabou. O vírus continua entre nós e, mesmo assim, infelizmente, continuamos vendo algumas cenas preocupantes no que diz respeito ao cumprimento das normas sanitárias e da adoção dos cuidados. Este tipo de atitude, de forma recorrente, nos causa preocupação. Usem máscara, reforcem a higiene das mãos, mantenham ao máximo o distanciamento social e evitem aglomerações. Por você, por sua família, por seus amigos e por toda a sociedade”, concluiu.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.