Suzana Ramos promete gestão “humanizada”, fala sobre primeiras ações do governo e relação com aliados políticos em coletiva de imprensa

(foto: Thiago Santos/PNB)

Eleitos com mais de 55% dos votos no último domingo (15), Suzana Ramos (PSDB) e Leonardo Bandeira (SD), que vão assumir a prefeitura de Juazeiro, no Norte da Bahia, a partir de janeiro de 2021, realizaram uma coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (18). O intuito foi responder alguns questionamentos dos jornalistas dos veículos de imprensa da região sobre as ações do governo durante o período de transição, como também para a início da gestão em 2021.

A nova gestora iniciou a coletiva afirmando que a vitória, com mais de 30 mil votos de diferença, foi uma resposta do povo juazeirense às insatisfações com as gestões anteriores. “Essa vitória não foi nossa, e sim do povo de Juazeiro. Há muito tempo o povo de Juazeiro não têm um governo voltado para o povo, e o nosso governo, eu prometo, será do povo de Juazeiro”, prometeu Suzana.

“Nosso objetivo é trabalhar por Juazeiro. É transformar Juazeiro numa cidade de pessoas felizes e com dignidade”, disse Leonardo Bandeira durante a coletiva, que contou ainda com as presenças do ex-prefeito e aliado político da nova gestão, Joseph Bandeira, e do deputado estadual Roberto Carlos (PDT).

Havia uma expectativa que a equipe de transição do governo fosse anunciada, entretanto, a prefeita eleita falou que a equipe ainda está sendo formada, e que em breve, possivelmente na próxima semana, os nomes serão anunciados publicamente.

Composição da equipe, aliados e relação com a Câmara

A prefeita eleita negou que o seu grupo político pretende “lotear a prefeitura”. Sobre os comentários de que a prefeitura ‘seria administrada’ pelo seu principal aliado político, Jospeh Bandeira, respondeu que o ex-gestor “nunca pediu nada”, e que ele, assim como o deputado Roberto Carlos, serão ouvidos, mas que a cartada final será dela. “Todo mundo [aliados] terá participação, mas a caneta é minha”, complementou.

Suzana disse que pretende fazer uma gestão de diálogos e com a participação popular, e acrescentou ainda que seu governo será “humanizado”. “Pode ser o secretário indicado por qualquer pessoa, mas se errar, ele saí. Vou deixar bem claro isso com meus aliados”, garantiu a prefeita eleita. Sobre a relação com a Câmara de Vereadores, onde, dos 21 eleitos, 10 são da base do governo, prometeu uma relação harmônica e defendeu que “tem que haver oposição”.

Políticas públicas voltadas às mulheres

Suzana Ramos, primeira prefeita do município, garantiu que seu governo será voltado “principalmente à saúde e ao empoderamento das mulheres”. A prefeitura garantiu que sua equipe será integrada por diversas mulheres e que a gestão vai “valorizar muito as mulheres”.

Sobre as políticas públicas relacionadas à violência doméstica, Suzana prometeu a instalação de um núcleo voltado ao atendimento psicológico dos agressores, como também para atendimento às vítimas de agressão e também seus familiares.

Cultura

Sobre o carnaval, a prefeita eleita disse que fará “um carnaval diferente, do povo”. “Vamos acabar com essa história de privatização do carnaval. A gente quer o povo na rua alegre”, garantiu.

Já sobre o Centro de Cultura João Gilberto, afirmou que “vai bater na porta do governador [Rui Costa] em breve. Juazeiro é a cidade da cultura. Então a gente precisa resgatar a nossa cultura. Tudo que falei eu vou correr para cumprir”, ressaltou a ex-vereadora.

Pandemia

Suzana disse não concordar com a forma como o atual prefeito, Paulo Bomfim (PT), coordenou as ações de saúde em relação à pandemia da covid-19. Ela criticou a demora na instalação do do Hospital de Campanha para tratamento de pacientes diagnosticados com a doença e disse que faltam UTI’s suficientes para atender a demanda do município.

Primeiras ações

Segundo Suzana Ramos, as primeiras atividades do governo em janeiro serão voltadas à saúde e também ações emergenciais para o período chuvoso, que, na região, tradicionalmente acontece entre dezembro e março. A prefeita eleia, entretanto, não detalhou quais são essas ações que a gestão promete adotar nos primeiros meses.

Relação com os governos da Bahia e Federal

Segundo a ex-vereadora, a principal ponte entre o governo municipal e a gestão estadual será o deputado Roberto Carlos, que é vice-líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia. Disse ainda que já está articulando ir à Brasília para dialogar com o governo federal.

“Eu penso muito em Juazeiro. Já estou até articulando ir à Brasília. Tenho que buscar o presidente, o governador, e eu tenho certeza que eles vão sim contribuir para o desenvolvimento de Juazeiro. Não temos que pensar em palanque para 2022. Vou com o coração aberto falar com todos eles e pensar em Juazeiro”, garantiu.

Outros pontos

Zona azul – A prefeita eleita de Juazeiro prometeu que deve reformular o sistema de estacionamento rotativo Zona Azul da cidade. Suzana defendeu que o serviço “tem que existir, mas diferente [de como está hoje]. Ela prometeu que o sistema rotativo deverá ser extinguido de algumas ruas do Centro da cidade.

Auditoria – Segundo Suzana, uma auditoria para apurar condutas irregulares dentro da administração pública municipal deverá ser instaurada.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.