“Vamos deixar para discutir isso mais à frente”, diz Miguel Coelho sobre possível candidatura ao Governo de Pernambuco em 2022

(foto: divulgação)

Reeleito com pouco mais de 121 mil votos, o atual prefeito de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, Miguel Coelho (MDB), comentou sobre a possiblidade de disputar o Governo de Pernambuco na eleição de 2022. O gestor, em entrevista ao site Folha de Pernambuco, publicada nesta quinta-feira (19), disse que ainda é cedo para discutir sobre a possibilidade.

“É uma honra muito grande meu nome estar na bolsa de apostas, mas vamos deixar para discutir isso mais à frente”, disse Coelho, que teve, no último domingo (15), o maior volume de votos na história da cidade e sendo o candidato mais votado entre os que disputaram as eleições nas cidades das regiões Norte e Nordeste com mais de 200 mil eleitores.

Na entrevista, Miguel Coelho destacou a derrota de João Campos, do PSB, seu antigo partido, na capital Recife – o que levou a eleição para o segundo turno contra Marília Arraes, do PT -, fragiliza a legenda e  indica um recado de mudança do eleitorado pernambucano. Ao falar sobre o apoio que parte do MDB, seu atual partido, deu a João Campos, Miguel indicou uma possível aliança com Mendonça em 2022.

“Nós preferimos apostar numa aliança com o democrata Mendonça Filho, que teve uma expressiva votação e não chegou ao segundo turno por causa da divisão das oposições”, comentou o emedebista, que terá como vice na prefeitura de Petrolina a partir de janeiro de 2021, o democrata Simão Durando (DEM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.