“Tragédia está além da minha compreensão como homem branco”, diz CEO do Carrefour Brasil

 

O CEO do Carrefour no Brasil Noel Prioux, pediu desculpas em um vídeo divulgado pela rede de supermercados na televisão aberta pelo assassinato de um homem negro, identificado como João Alberto Silveira Freitas, em uma unidade em Porto Alegre (RS).

“O que aconteceu na loja do Carrefour foi uma tragédia de dimensões incalculáveis, cuja extensão está além da minha compreensão como homem branco privilegiado que sou. Antes de tudo, meus sentimentos à família de João Alberto. E meu pedido de desculpas aos nossos clientes, à sociedade e a nossos colaboradores”, afirmou.

“Se uma crise como essa está acontecendo conosco é porque temos a responsabilidade de mudar isso na sociedade. A morte de João Alberto não pode passar em vão”, completou.

João Alberto, de 40 anos, foi morto após ser espancado por dois seguranças de uma loja do do supermercado Carrefour localizada no bairro Passo d´Areia, na zona norte da cidade.

Beto morreu às vésperas do Dia da Consciência Negra, comemorado na última sexta-feira (20), em referência à morte de Zumbi, o líder do Quilombo dos Palmares, localizado entre Alagoas e Pernambuco.

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.