Mulher de Daniel Silveira é exonerada de cargo no governo federal

0

 

A mulher do deputado federal Daniel Silveira (PSL), Paola da Silva Daniel, foi exonerada de um cargo no Ministério do Meio Ambiente. O parlamentar está preso no Rio de Janeiro por ameaçar os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e por fazer apologia a ditadura militar.

De acordo com a coluna de Ancelmo Góis, no jornal O Globo, Paola tinha cargo em comissão desde 16 de outubro na diretoria de gestão do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico, no Rio, com direito a salário de R$ 5,6 mil para ser coordenadora de Gestão de Pessoas do Instituto.

A exoneração saiu na edição do dia 1º de março (segunda-feira) do Diário Oficial da União. A demissão teve a assinatura da presidente do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico, Ana Lúcia de Souza Santoro. Entre os argumentos para a decisão, consta um processo administrativo aberto contra Paola.

Ainda segundo a publicação, enquanto ocupava o cargo comissionado, a mulher de Daniel Silveira recebeu R$ 3.600 de auxílio emergencial pagos pelo governo federal por conta da pandemia. Foram sete parcelas ao todo.

BN

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome