Petrolina: Patrulha Maria da Penha segue firme no combate à violência contra mulher

0

(Fotos: Jonas Santos-divulgação)

Criada em março de 2019 pelo prefeito Miguel Coelho, a Patrulha Maria da Penha de Petrolina, comemorou neste último domingo (21), dois anos de existência. Durante o período de atuação, já realizou mais de três mil visitas domiciliares a mulheres vítimas de violência doméstica. O trabalho das Guardas Civis Municipais que atuam na corporação é desafiador e nesses anos contribuiu para que centenas de mulheres conseguissem vencer a violência.

A equipe da Patrulha é formada por Guardas Civis de ambos os gêneros – sempre com pelo menos uma mulher na equipe – que passam por uma capacitação sobre o atendimento à mulher vítima de maus-tratos.

“É importante que o servidor tenha capacidade de sustentar uma relação interpessoal com os envolvidos, principalmente com as mulheres assistidas pelo programa, sem comprometer a imparcialidade do atendimento. Também é fundamental ter compromisso com a erradicação da cultura de violência, ou seja, realizando um policiamento humanizado, ouvindo as histórias e buscando dentro de um contexto próprio encontrar solução dentro da rede de proteção”, explicou o secretário executivo de Segurança Pública, Cícero Dirceu.

A fiscalização é feita a partir da demanda da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher que encaminha as medidas protetivas e também pelas ocorrências espontâneas que podem ser realizadas através da central de atendimento da Guarda Civil no número 153. “As conquistas não são quantitativas e sim qualitativas. Nesses anos testemunhamos a ressignificação de vidas com a liberdade de um ciclo de violência”, comentou o secretário.

 


Luzete Nobre – Ascom

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome