Celebrando 10 anos de atuação, Coletivo Trippé lança coleção de minilivros dançantes

Aprovado no Prêmio Jorge Portugal 2020 da Funceb, o projeto realiza live hoje (31)

Imagine poder levar um espetáculo de dança em seu bolso, essa é a proposta ‘Coreografias de Bolso’, uma coleção de minilivros do Coletivo Trippé. Para comemorar seus 10 anos, os artistas revisitam os movimentos dos sete espetáculos que criaram nessa década, transformando em uma série de “flipbook”, livrinhos que ao paginar revela um filme analógico. O lançamento será realizado em uma Live-debate, hoje (31), às 20h.

A conversa online reunirá os bailarinos que integram o elenco e a sua equipe técnica para compartilharem como foi a concepção e processo de construção desse novo formato de dançar, transmitida no canal do Youtube (youtube.com/coletivotrippe). “Estamos sem poder encontrar nosso público e queríamos uma forma de permitir que nossa dança possa ser levada até eles, é assim que surge a proposta de livros que dançam, são pequenos filmes com coreografias que sintetizam cada um de nossos espetáculos. Queremos dar pedacinhos de nosso trabalho para quem nos ajudou a construir essa trajetória de 10 anos”, explica Adriano Alves, artistas que fez a concepção e coordenação artística da proposta.

Folheando as páginas dos minilivros é possível assistir trechos coreográficos dos espetáculos No Caminho das Alimentadeiras (2013), Meu Querido Catavento (2014), Fraturas (2015), Cordear (2016), Janelas Para Navegar Mundos (2017), Tudophone (2018) e Debaixo D’Água (2018), assim possibilitando acompanhar o desenvolvimento das pesquisas coreográficas e o repertório do coletivo. A caixa da coleção também conta com elementos utilizados em cena, como tecidos de figurinos, material de máscaras e cenários, assim o público se aproxima das obras.

O artista visual e bailarino André Vitor Brandão, convidado para escrever o prefácio, afirma em seu texto que “para além de um registro celebrativo da história do Trippé, essa coleção de mini livros dançantes nos fala sobre afeto, colaboração, partilha e, sobretudo, sobre as possibilidades de produção de saberes através da dança. Ao transversalizar fotografia, dança e cinebook, o coletivo cria um dispositivo afetivo-coreográfico de aproximação com os públicos, proporcionando aos leitores/movedores uma experiência coreográfica singular e, nesse sentido, é que a Dança pula das páginas ao nosso encontro”.

Para acompanhar as atividades do Coletivo Trippé, o público pode acessar seus perfis no Instagram (@trippecoletivo) e no Facebook (@coletivotrippe). O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

SINOPSE DA COLEÇÃO – Como registrar uma coreografia de forma impressa? Como ter um livro dançante? Como dar nossos movimentos ao público? Essas são questões que nos levaram à concepção desse projeto. O Coletivo Trippé celebra seus 10 anos no meio desse caos, na distância do público e se adaptando aos novos palcos. Agora, nos lançamos em um novo desafio, criamos esse dispositivo como um novo formato para continuar movendo ideias e sensações. Em uma década de trabalho contínuo no Sertão do São Francisco, criamos sete espetáculos e agora entregamos nessa caixinha um relicário dessas obras. São minilivros dançantes que você pode levar no bolso, assim nos reaproximamos e seguimos viagem com você por longos caminhos.

10 ANOS TRIPPÉ – O Coletivo Trippé comemora em 2021 os seus 10 anos de trabalho contínuo com artes no Sertão do São Francisco, realizando diversas atividades que celebram esse marco histórico, como o lançamento dessa coleção, publicação inédita para a trajetória do grupo, e também produzindo outros materiais com memórias dessa década. No canal do Youtube, além de assistir a Live-debate, é possível assistir documentários, videodanças e escutar o podcast ‘Vozes Coletivas’, lançado em janeiro, que traz falas de vários integrantes sobre os processos criativos e bastidores do coletivo. Outras novidades serão divulgadas em breve nas redes sociais: Facebook.com/coletivotrippe e Instagram.com/trippecoletivo.

Serviço:

Live-debate de lançamento da coleção ‘Coreografias de Bolso’ .

Dia 31 de maio de 2021.

Horário: 20h.

Canal: youtube.com/coletivotrippe.

Classificação Livre.

Acesso gratuito.

 

[T/F] Adriano Alves / Virabólica Comunicação.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.