Bolsonaro “viaja”, e na famosa “indaga” com apoiadores, diz que PT plantará maconha no Alvorada se voltar ao poder

 

 

 

Em mais um deboche nada condizente com um Chefe de Estado, Jair Bolsonaro (sem partido) ao comentar, nesta terça-feira (8), um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados para legalizar o plantio de maconha para fins medicinais e científicos, voltou a atacar o Partido dos Trabalhadores.

Bolsonaro disse a seus apoiadores, ouvintes rotineiros de suas chacotas descabidas, que não há necessidade de permitir o plantio.

“Tem canabidiol sintética, não precisa deixar o pessoal plantar maconha em casa, não. Imaginou se o PT um dia voltar ao governo, o quanto dá para plantar de maconha ali, ó?”, provocou ele, apontando a cabeça para o Palácio da Alvorada.

O texto autoriza o cultivo da cannabis sativa no Brasil (planta também usada para produzir a maconha) com fins medicinais, veterinários, científicos e industriais.

Bolsonaro já se pronunciou contra o projeto, por algumas vezes, revelando que, caso o texto seja aprovado pelo Congresso, vai vetá-lo.

Na “viagem” de Bolsonaro ele acaba esquecendo que a palavra final cabe ao Congresso. Este pode derrubar vetos presidenciais.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.