Ministério da Saúde vai sugerir fim da inclusão de grupos prioritários na vacinação contra a Covid-19

 

O Distrito Federal começou a vacinar pessoas com 49 anos a partir de hoje. A vacinação contra a Covid-19 começou no dia 19 de janeiro e o DF já recebeu 1.455.070 doses de imunizantes.

 

O Ministério da Saúde vai propor ao Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e ao Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) o fim da inclusão de grupos prioritários nos programas de vacinação contra a Covid-19.

Segundo a pasta, o objetivo é avançar com a vacinação em todos os estados do Brasil de acordo somente com a idade dos cidadãos, realizando a distribuição de imunizantes a partir do critério populacional.

De acordo com a CNN, o secretário executivo do ministério, Rodrigo Cruz, afirma que somente os adolescentes com comorbidades deveriam ser incluídos como grupo prioritário.

A pauta do Ministério da Saúde será discutida na reunião com o Conass e Conasems para que seja ajustado na próxima reunião da comissão interventores tripartite (CIT), que é um encontro mensal  entre a pasta e representantes das secretarias de saúde estaduais e municipais para discutir ações do SUS.

Em relação a vacinação contra o coronavírus, o Brasil havia aplicado mais de 122 mil doses de vacinas até a última segunda-feira (19), o que deixa o país no 67º lugar no ranking global de aplicação.

Agência Brasil 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.