Acesso ao Clube de Campo do Sindsemp está inviável por causa da lama na rua e sindicato pede providências à Prefeitura

Acesso ao Clube de Campo do Sindsemp está inviável por causa da lama na rua e sindicato pede providências à Prefeitura

A Rua Pedra do Bode é a via se acesso ao Clube de Campo e Lazer do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina. Único acesso, que está intransitável desde o início das chuvas na cidade. O clube é a área de lazer e esporte dos servidores associados ao Sindsemp e seus dependentes.

“O sindicato está tendo grande dificuldade em liberar o acesso ao clube. Como diretoria estamos fazendo um esforço enorme junto à Prefeitura para resolver o problema,”explicou a diretora financeira do Sindsemp, Elizete Souza.
“Um ofício (006/2022) foi encaminhado ao secretário Fred Machado, pedindo uma drenagem da rua e estamos sem resposta, mesmo com um órgão da prefeitura sendo prejudicado, que é o matadouro. Nós temos um grande grupo de sócios querendo ysar o clube,” frisou a secretária do Sindsemp, Elena Alves.

Escolinha de Futebol

A escolinha de Futebol para dependentes de servidores funciona no Clube de Campo e Lazer do Sindsemp e está com os treinos suspensos. “Mais uma vez vamos suspender as aulas deste sábado (15), prejudicando os pais e os alunos que estão sem a prática esportiva que eles tanto gostam,” destacou o diretor de esporte, cultura e lazer do Sindsemp, Ernui Dantas.
Além do clube, o matadouro municipal também fica na mesma rua. Quem precisa chegar ao trabalho fica no meio do caminho e é obrigado a botar os pés na lama. Josélia Marques é fateira. Veio de moto e ficou no meio da rua. “Eu preciso ir a pé mesmo. Quando alguém passa num carro grande eu peço carona.”

Uma pick up virou carona para muita gente. Zenildo para o carro e espera quem vai para o outro lado da lama. “Só passa carro grande como o meu. Carro pequeno é muito arriscado quebrar ou atolar enquanto não ajeitar a rua,” explica o motorista Zenildo Alencar.

Assessoria de Comunicação do Sindsemp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.