Estudantes da Univasf realizam neste sábado (4) Ato em Memória a Genivaldo de Jesus, assassinado por agentes da PRF, e por vítimas da violência racista

Estudantes da Univasf realizam neste sábado (4) Ato em Memória a Genivaldo de Jesus, assassinado por agentes da PRF, e por vítimas da violência racista

A partir das 9 horas deste sábado (4), em frente do Colégio Edson Ribeiro, em Juazeiro, acontecerá um ato em memória ao sergipano Genivaldo de Jesus e pelas vítimas da violência racista. O ato será realizado por alunos da Universidade Federal do Vale do São Francisco, Campus Juazeiro e Petrolina,

Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, foi assassinado por agentes da Polícia Rodoviária Federal, em Umbaúba, Sergipe. Ele morreu asfixiado em camburão da PRF, transformado em “câmara de gás”.

Vídeos registraram que antes de ser trancado na viatura da PRF, onde foram usados gás lacrimogêneo e de pimenta, Genivaldo foi alvo de xingamentos, rasteira e chutes, além de ter sido imobilizado por agentes que colocaram os joelhos sobre seu tórax.

O chefe de comunicação institucional da PRF Marco Territo afirmou em um vídeo publicado no Instagram, que os procedimentos realizados em Umbaúba “não estão de acordo com diretrizes de cursos e manuais da instituição”.

Redação PNB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.