Homem se apresenta à polícia e afirma ter participado dos assassinatos de Bruno Pereira e Dom Phillips

Homem se apresenta à polícia e afirma ter participado dos assassinatos de Bruno Pereira e Dom Phillips

Um homem identificado como Gabriel Pereira Dantas, 26 anos, se apresentou nesta quinta-feira (23) em uma delegacia no Centro de São Paulo informando aos policiais que participou dos assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips no Amazonas.

Segundo boletim de ocorrência obtido pelo BNews, Gabriel declarou que se apresentou à polícia porque teria participado da morte dos “dois turistas”, disse se referindo ao jornalista e indigenista. Ela disse que é de Manaus, mas desde maio está vivendo em Atalaia, na região do Vale do Javari, fugindo do Comando Vermelho, que o teria jurado de morte.

No dia dos acontecimentos, estava bebendo com “Pelado”, que é Amarildo da Costa Oliveira e está preso. Ainda de acordo com o documento, Pelado o chamou para pilotar sua canoa e saíram.

Segundo Gabriel, ele não sabia o que “Pelado” ia fazer. “Pelado” teria atirado em Dom primeiro, com uma “16” e depois em Bruno, e em seguida chamou mais dois indivíduos. Além disso, Gabriel também disse que teria ajudado a dar fim nas coisas de Bruno e Dom, jogando as mochilas e coisas na margem do rio. Disse que depois do ocorrido fugiu por Santarém, depois pegou um ônibus para Manaus, depois para Rondonópolis e depois São Paulo. Ele ainda contou à polícia que estava na rua em São Paulo e não aguentava mais a situação.

Como não há nenhum mandado de prisão contra Gabriel, a Polícia Civil ouviu seu depoimento e informou que ele será apresentado à Polícia Federal (PF), que investiga o crime.

Bruno e Dom foram assassinados por pescadores ilegais no Vale do Javari. Segundo investigação da Polícia Federal, a dupla foi perseguida por pescadores ilegais e assassinados. As vítimas teriam sido mortas a tiros e os corpos, esquartejados e enterrados.

A PF confirmou que os restos mortais encontrados são do jornalista inglês Dom Phillips após análise da arcada dentária. A perícia também confirmou a identificação dos restos mortais do indigenista Bruno Araújo Pereira.

Bocão News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.