Preso em Bangu, anestesista flagrado estuprando paciente está sozinho em uma cela de 36m² e foi recebido com hostilidade por outros detentos

Preso em Bangu, anestesista flagrado estuprando paciente está sozinho em uma cela de 36m² e foi recebido com hostilidade por outros detentos

Transferido na noite dessa terça-feira (12), para o presídio Bangu 8, o anestesista Giovanne Quintella, 31, preso por estuprar uma paciente sedada durante cesárea, está sozinho numa cela de 36 metros quadrados da unidade prisional  que abriga presos com ensino superior.

Segundo o portal Metrópoles, Quintella não precisou raspar a cabeça, mas teve o cabelo cortado para dar entrada na unidade e foi recebido com hostilidade por outros presidiários, que teriam sacudido grades, xingado e vaiado o médico.

Ainda segundo o portal, ele  permaneceu calado durante todo o percurso em que foi conduzido pelos policiais penais.

O estuprador ocupa a mesma cela em que já esteve o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB), pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro.

Giovanni Quintella foi encaminhado para a prisão, após a audiência de custódia, quando a juíza Rachel Assad decretou a prisão preventiva dele, sem tempo determinado. A Polícia Civil investiga pelo menos seis estupros que teriam sido cometidos pelo médico.

Redação PNB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.