Secretaria de Educação de Sobradinho promove mesa redonda com o tema “Todos em Rede por uma Educação Inclusiva”

Secretaria de Educação de Sobradinho promove mesa redonda com o tema "Todos em Rede por uma Educação Inclusiva"

 

Com a realização de uma mesa redonda com o tema “Todos em Rede por uma Educação Inclusiva”, a Prefeitura de Sobradinho, através da Secretaria de Educação, estimulou debate sobre a educação inclusiva. O evento foi realizado na tarde da terça-feira (12), no auditório do polo Sobradinho da Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Participaram do debate, a fonoaudióloga, Veronica Pesqueira, representando o Centro de Assistência à pessoa com Transtorno do Espectro Autista (CAMTEA), a coordenadora do CRAS Shirley Maclaine, a Assistente Social do CAPS, Marlene Pereira, e a arquiteta da SIESP, Janaina Mendes, que falou sobre as possíveis intervenções em prol da acessibilidade nos prédios da educação.

Os gestores, coordenadores, secretários e psicopedagogas da Secretaria de Educação participaram das discussões, com foco na importância do trabalho em rede para o atendimento aos estudantes, especialmente nesse retorno presencial.

“A troca de conhecimentos e informações de garantia de direitos é sempre necessária, devendo estender-se à política de formação do profissional da educação para a verdadeira inclusão. Com a orientação do Prefeito Cleivynho Sampaio buscamos fortalecer a rede de trabalho, por compreender que a gestão pedagógica está ligada ao objetivo principal da educação escolar que é a promoção da aprendizagem. Portanto, para que o acesso, permanência e sucesso do estudante seja exequível, a união de esforços deve ser conjunta. Secretarias da Prefeitura em rede pela Educação Inclusiva podem amenizar as consequências deixadas pela pandemia, principalmente para os estudantes que possuem necessidades específicas e que retardam o seu desenvolvimento educacional e cognitivo. Defendemos a educação inclusiva, por ser ela um direito de todos e todas, assegurado nos Marcos Legais como LDB, Plano Nacional de Educação, Declaração Universal dos Direitos Humanos, Constituição Federal, Lei Brasileira de Inclusão, dentre outras,” concluiu Ducilene Kestering, Secretária de Educação.

Ascom PMS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.