Trabalhadores em educação de Juazeiro participaram de assembleia nesta quinta-feira (21) na APLB Sindicato  

Trabalhadores em educação de Juazeiro participaram de assembleia nesta quinta-feira (21) na APLB Sindicato  

A APLB Sindicato em Juazeiro reuniu, na tarde desta quinta-feira (21) trabalhadores em educação do município em assembleia para discutir com o corpo jurídico da entidade como serão os trâmites referente ao processo de regência de classe que a categoria ganhou.

Na ocasião também foi aprovado, por unanimidade, que o filiado inadimplente com plano de saúde, terá um prazo para legalizar o débito. Mas os profissionais precisam ficar atentos, pois caso não regularizem a situação, serão analisados pela comissão permanente – constituída pela plenária,  a desfiliação do mesmo.

“A assembleia foi muito proveitosa e destacamos a importância de ser filiado, participar e ter direitos a benefícios de uma ação que tem mais de 20 anos. Falamos ainda do compromisso da APLB com o plano da Unimed, com os contratos para formar comissão permanente que vai cuidar e acompanhar as questões dos inadimplentes”, informou o diretor da APLB Sindicato em Juazeiro Gilmar Nery.

Além disso, foi colocada em pauta a denúncia feita pelo vereador Alex Tanury que fala sobre possível manipulação de resultado do Processo Seletivo realizado pela SEDUC em que a secretária de educação Normeide Almeida teria favorecido sua irmã. Ainda foram tratados vários assuntos levantados pela categoria a exemplo de quem tem direito e pode participar da ação de 2000-2002.

“Vamos, a partir de agora, executar essa ação e beneficiar todos os trabalhadores em educação de Juazeiro filiados à APLB Sindicato até Outubro de 2005 e que estavam em regência na época – esse será o critério final para receber o benefício”, explica Gilmar Nery.

Ascom-APLB  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.