‘Você que se solidarize’, diz Bolsonaro a jornalista sobre mortes no RJ

‘Você que se solidarize’, diz Bolsonaro a jornalista sobre mortes no RJ

Ao visitar um posto de combustível em Brasília nesta sexta-feira (22) para verificar a queda no preço da gasolina, o presidente Jair Bolsonaro (PL) conversou com jornalistas presentes no local.

Ao ser questionado sobre uma operação policial no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, na quinta-feira (21), que resultou em 19 mortes, o presidente se irritou quando foi cobrado a prestar solidariedade às vítimas.

“Você que se solidarize com essas pessoas, tá ok?”, disse ele.

Bolsonaro foi novamente questionado sobre os mortos, entre eles, uma mãe. “Não vou entrar em detalhes. Se essa mãe é inocente… Se eu for ligar para todo mundo que morre todo dia eu tô… Esse fato deu repercussão, é um cabo paraquedista, é meu irmão e ponto final, ok. Parabéns a Polícia Militar lá”, completou.

Em live na noite de quinta, o chefe do Executivo lamentou apenas a morte do cabo da Polícia Militar, Bruno de Paula Costa, durante a operação. Outras 18 pessoas também faleceram no confronto, mas não foram citadas pelo presidente. A operação empatou com a terceira mais letal da história do Rio de Janeiro.

Ainda na quinta, o Bolsonaro caracterizou o caso como “um fato lamentável” decorrente de “confronto com bandidos”. Na ocasião, mostrou uma folha com a foto impressa em preto e branco do policial.

Bahia.BA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.