1º Festival Territorial da Pesca Artesanal e Aquicultura acontece neste sábado (30) em Sobradinho

1º Festival Territorial da Pesca Artesanal e Aquicultura acontece neste sábado (30) em Sobradinho

 

Comercialização de produtos derivados da tilápia, palestras, oficinas, feira e cozinha show fazem parte da programação do 1º Festival Territorial da Pesca Artesanal e Aquicultura que será realizado no próximo sábado (30), no Terminal Pesqueiro de Sobradinho. O Festival organizado pela Cooperativa de Produção e Comercialização dos Derivados dos Peixes de Sobradinho (Coopes) traz como tema “Nosso rio, nossa riqueza” e visa atrair pescadoras/es, piscicultoras/es, técnicas/os, autoridades, pesquisadoras/es e sociedade em geral.

A ideia do Festival surgiu da necessidade de divulgar os produtos, dar visibilidade à estrutura de beneficiamento do pescado e valorizar a atividade de pesca artesanal e piscicultura em tanques rede com agregação de valor ao pescado do Lago de Sobradinho. E assim, “atrair múltiplos olhares para a nossa marca Sobradinho Pescados, divulgar os produtos da Coopes, atrair empreendedores para o território e consolidar parcerias”, destaca a presidenta da Coopes, Rosália Araújo.

“A Coopes tem um papel muito importante na comercialização de pescado e seus beneficiados. É uma cooperativa que está estruturada no terminal pesqueiro de Sobradinho, e este Festival vai ser primordial para divulgação e lançamento destes produtos”, salienta a engenheira de pesca da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Josiane Araújo.

A Coopes foi fundada em 2003, por pescadoras/es que desejavam agregar valor ao pescado da beira do Rio São Francisco. Atualmente, a Cooperativa conta com 80 famílias produtoras que têm melhorado de vida com essa atividade, sendo a maior parte das cooperadas, mulheres.

Assim, o Festival visa evidenciar o potencial econômico e a organização, principalmente, “das mulheres que viram na piscicultura a fortaleza para empreender, agregar renda, empoderar e contribuir com o mercado local e territorial, a partir do beneficiamento das especiarias do pescado”, frisa a coordenadora administrativa do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa), Nívea Rocha. Além disso, Nívea destaca que o evento irá ampliar a discussão de pautas necessárias à categoria, além de potencializar culturas populares e científicas.

Produtos

Dentre os produtos que os visitantes poderão encontrar no Festival, há diversas formas de beneficiamento da tilápia, que é o “carro-chefe” da Coopes, como: linguiça de tilápia, bolinho de tilápia, tilápia em posta, filé de tilápia, espetinho de tilápia, entre outros, todos com certificação de qualidade.

A vice-presidenta da Coopes, Neuraci Silva conta como acontece o processo de fabricação da linguiça de tilápia, um dos destaques da Sobradinho Pescados. “A linguiça de tilápia é um produto nobre, pois leva 50% de filé e o restante de Carne Mecanicamente Separada (CMS). A gordura utilizada é apenas a extraída da cabeça do peixe, com grande valor nutritivo, e muito aceito em supermercados, bares e restaurantes”, explica Neuraci que ressalta o sabor maravilhoso desta linguiça.

O evento conta com o apoio do Estado da Bahia por meio da CAR e do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), do Irpaa, da Central das Cooperativas da Caatinga (Central da Caatinga) e da Prefeitura Municipal de Sobradinho.

Ascom/1º Festival Territorial da Pesca Artesanal e Aquicultura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.