Vereador Alex Tanuri denuncia Credenciamento suspeito 

Vereador Alex Tanuri denuncia Credenciamento suspeito 

 Alegando a necessidade de “realização de consultas médicas e de exames especializados”, Suzana Ramos (PSDB), Prefeita de Juazeiro publicou no dia 10 de agosto de 2022, com prazo até 25 de agosto de 2022, o Edital Credenciamento 010/2022, para “credenciamento de prestadores de serviços médicos itinerantes, por meio de Organizações da Sociedade Civil de Direito Privado (OSC), sem fins lucrativos”.

Sem a necessária aprovação do Conselho de Saúde e sem passar pela Câmara, o Edital de Credenciamento vai pagar consultas especializadas variando de R$ 169,00, uma consulta com dermatologista e a R$ 174,00, uma consulta com cardiologista ou urologista.

O Edital estabelece número máximo de atendimentos mensais, incluindo além das consultas especializadas (cardiologista, dermatologista, ginecologista, oftalmologista, pediatra e urologista), exames laboratoriais, eletrocardiogramas e ultrassonografias, somando R$ 1.599.525,50, valor estimado pela Secretaria de Saúde para estabelecer o valor contratado de acordo com a demanda.

O Vereador Alex Tanuri, destaca alguns pontos importantes, que segundo ele configuram um “verdadeiro assalto aos cofres públicos”: “A prefeitura tem médicos de todas as especialidades listadas no edital da prefeita, sejam contratados ou concursados e aptos a prestar estes serviços; a prefeitura tem contrato com laboratórios de Juazeiro e Petrolina que suprem toda e qualquer necessidade ou requisição de exames laboratoriais. Muitos destes laboratórios prestadores de serviço estão com pagamentos em atraso”

Ele continua: “Eletrocardiograma a R$ 74,90 e uma consulta com cardiologista a R$ 174,00 reais. Um escândalo, quando o SUS paga em torno de R$ 10,00 reais a consulta” e faz a indagação: “Esse Edital foi feito para beneficiar a quem?”

Encerra lembrando o caso Deliane Feitosa: “Não se justifica tamanho desperdício de dinheiro quando o que vemos são pessoas abandonadas à própria sorte porque o Secretário se recusa a realizar um exame e foi parar na UTI porque lhe foi negado o exame solicitado.

Ascom/Alex Tanuri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.