Arquivos diários: 30 de agosto de 2022

“Uma falta de respeito”: Nesta terça (30), filas voltam a se formar na porta da Secretaria de Saúde de Juazeiro de usuários que buscam marcação de exames e consultas

1

No início desta manhã, usuários do sistema público de saúde de Juazeiro voltaram a reclamar da fila que se forma na porta da Secretária de Saúde para a marcação de consultas e exames.

 

Por volta das 5 da manhã, uma leitora do PNB nos enviou imagens da situação, e revoltada com o atendimento aos usuários, desabafou: “Uma falta de respeito. Aqui têm muitos idosos, pacientes oncológicos do TFD desde a madrugada e sem nenhuma comodidade. Em pé, por horas, e ainda correndo o risco das fichas acabarem e voltar para casa sem conseguir marcara nada”, protestou.

Ela ainda completou: “Para piorar a situação disseram que houve um problema no sistema e até agora, perto das 8 da manhã, a situação não foi resolvida”.

Desde ontem (29), que estamos buscando esclarecimentos junto à Secretaria Municipal de Saúde.

Reclamação de ontem (29)

“Olha o presente da Prefeita Suzana para os usuários da saúde de Juazeiro. Eles agora proíbem a entrada dos pacientes de qualquer marcação e bota todo mundo fora. Não há atendimento prioritário. Idosos, pessoas com deficiência penando na fila. Isso aí é o tratamento humanizado que a prefeita prometeu”, reclamou uma usuária.

De acordo com ela, as fichas se esgotaram por volta das 7h30, e muita gente voltou pra casa sem conseguir marcar os serviços.

Ainda segundo os usuários que fizeram contato com o PNB,  na última sexta-feira (26), a situação foi a mesma. Dezenas de pessoas na fila para fazer a marcação dos serviços.

“Antes das 8 horas as fichas acabaram e muita gente voltou sem conseguir marcar seus exames e consultas. Uma falta de respeito com quem precisa do sistema público de saúde”, disse a usuária.

Redação PNB    

Será sepultado hoje (30) o Vereador Zé Eduardo de Casa Nova; prefeito Wilker Torres emite nota de pesar pela  morte do vereador

0

Vítima de um infarto, morreu no inicio da noite desta segunda-feira (29/08) o Vereador José Eduardo da Cruz (Zé Eduardo – PSDB).

Vereador por oito mandatos, Presidente da Câmara por seis vezes, desde o início de sua vida política, aos 30 anos, só esteve sem mandato entre 2017 a 2020, quando foi o candidato a  vice-prefeito de Wilson Cota. Em 2020 elegeu-se com 937 votos e veio apoiar o atual prefeito só depois de um ano do início do mandato.

Morreu com 62 anos, deixa esposa, quatro filhos, duas netas. Era a maior liderança do Distrito de Pau a Pique, mantendo seus votos e uma acirrada disputa com seu conterrâneo, também vereador por vários mandatos Leonardo Silva.

Tinha um discurso afiado e era temido por seus adversários políticos. Brincalhão, bom de copo e um “menino grande”, vivia para a política e sempre se destacava, com sua forma vibrante, ao defender aliados ou para denunciar e criticar adversários (Por Manoel Leão)

Nota de pesar

O Prefeito Wilker Torres (PSB), lamentou em nota o falecimento do Vereador Zé Eduardo, ocorrido no início da noite desta segunda-feira (29/08), vítima  de infarto fulminante.

Para o Prefeito Wilker Torres, que inicia a nota lembrando que Zé Eduardo (PSD|B),  era um “aliado, incomparável e adversário a ser temido; menino grande, amigo, alegre, cultivava votos e amizades de forma inigualável”, com a sua partida inesperada “a política de Casa Nova, emudece e quase se cala”.

Abaixo a íntegra da nota: 

Zé Eduardo. Companheiro, combativo, líder corajoso.

Aliado incomparável e adversário a ser temido; menino grande, amigo, alegre, cultivava votos e amizades de forma inigualável.

Zé Eduardo, irmão dos mais necessitados, filho das ásperas paragens secas de nosso sertão, pai dos mais pobres, nos deixa órfãos e ainda com tanta coisa a dizer e a defender.

Parta em Paz, companheiro. Continuaremos a jornada em defesa dos mesmos princípios que você abraçou.

Nossas condolências à família, aos amigos e â Casa Nova inteira (Itamara e Wilker)

Redação PNB 

Repescagem do Auxílio Taxista será paga hoje (30)

0
Rio de Janeiro - Circulação de táxis na região central do Rio. (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Os motoristas de táxi que não receberam as duas primeiras parcelas do Auxílio Taxista terão nova chance nesta terça-feira (30). A Caixa Econômica Federal pagará a repescagem para os cadastrados pelas prefeituras no período de 5 a 15 de agosto.

Segundo o balanço mais recente da Dataprev, estatal que processa a lista dos beneficiários, cerca de 25 mil taxistas haviam sido cadastrados pelas prefeituras que perderam o prazo inicial de envio das informações e têm os dados analisados para verificar se estão aptos a receber o auxílio.

No último dia 16, o governo pagou as duas primeiras parcelas a cerca de 245 mil taxistas cadastrados pelas prefeituras até 31 de julho. Como cada parcela equivale a R$ 1 mil, cada motorista receberá R$ 2 mil neste mês.

O dinheiro será depositado nas contas poupança sociais digitais e poderá ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite a compra em lojas virtuais cadastradas, o pagamento de contas domésticas e a transferência para qualquer conta bancária. O beneficiário precisará movimentar os recursos em até 90 dias após o depósito. Caso contrário, o dinheiro voltará para o caixa da União.

Criado pela emenda constitucional que criou estado de emergência por causa da alta do preço dos combustíveis, o Auxílio Taxista será pago até dezembro. A emenda elevou benefícios sociais e instituiu auxílios emergenciais até o fim do ano.

Inicialmente, o governo tinha informado que o valor final de cada parcela dependeria do número de taxistas que demandaram o benefício. No entanto, como o número ficou dentro do previsto, as duas primeiras parcelas terão o valor de R$ 1 mil cada uma.

Quem tem direito

Terão direito ao benefício os motoristas de táxi registrados nas prefeituras, titulares de concessões ou alvarás expedidos até 31 de maio. Não será necessária qualquer ação por parte dos taxistas. Em caso de dúvidas, o motorista deve entrar em contato com a prefeitura para checar o cadastro municipal. A prestação das informações caberá inteiramente às prefeituras (ou ao governo do DF, no caso da capital federal).

As prefeituras terão nova chance, de 20 de agosto a 11 de setembro, para enviar os dados. Nesse caso, o pagamento começará na terceira parcela, sem direito a valores retroativos. O Ministério do Trabalho e Previdência, no entanto, não descarta a possibilidade de prorrogar o prazo, se necessário.

Auxílio Caminhoneiro

Outro benefício instituído pela emenda constitucional, o Auxílio Caminhoneiro começou a ser pago no último dia 9, com os motoristas de carga autônomos recebendo as duas primeiras parcelas de uma vez. Assim como no Auxílio Taxista, haverá repescagem das duas primeiras parcelas no próximo dia 6 para quem não foi cadastrado.

Podem receber o Auxílio Caminhoneiro os transportadores de carga autônomos, cadastrados no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTR-C) da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) até 31 de maio deste ano. Os profissionais deverão estar com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o CPF válidos, entre outras exigências.

Também chamado de Benefício Emergencial Caminhoneiro (BEm-Caminhoneiro), o auxílio será pago a cada transportador autônomo, independentemente da quantidade de veículos que tiver. O pagamento do BEm-Caminhoneiro vai ser revisado mensalmente. Para os próximos lotes de pagamento, a ANTT vai encaminhar ao Ministério do Trabalho e Previdência a relação dos transportadores autônomos que estiverem na situação “ativo” no RNTR-C.

Quem estiver com situação cadastral “pendente” ou “suspensa”, poderá regularizar o registro na ANTT e receber as parcelas a partir da data da regularização. No entanto, o governo esclarece que não terá direito a parcelas que já tenham sido pagas.

Autodeclaração

Diferentemente do Auxílio Taxista, em que o cadastro é feito unicamente pelas prefeituras, o Auxílio Caminhoneiro conta com um portal para o caminhoneiro pedir o benefício. Desde o último dia 15, os transportadores autônomos de carga (TAC) podem fazer a Autodeclaração do Termo de Registro para receber o BEm Caminhoneiro-TAC. As duas primeiras parcelas serão pagas no próximo dia 6.

A autodeclaração pode ser feita pelo Portal Emprega Brasil ou pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital. Após esse prazo, os caminhoneiros somente terão direito a receber o benefício a partir do mês do envio dos dados, desde que atendidos os demais requisitos legais. Nesse caso, não será feito o pagamento retroativo.

Calendário do Auxílio Taxista 2022
Parcela                                            Data de pagamento
1ª e 2ª parcelas                               16/8
1ª e 2ª parcelas (repescagem)        30/8
3ª parcela                                         24/9
4ª parcela                                         22/10
5ª parcela                                         26/11
6ª parcela                                         17/12
Calendário do Auxílio Caminhoneiro 2022
Parcela                                              Data de pagamento           Cadastro ativo (autodeclaração)
Julho e agosto                                   9/8 (valor em dobro)          até 22/7
Julho e agosto (repescagem)            6/9 (valor em dobro)          até 29/8
Setembro                                           24/9                                    até 11/9
Outubro                                              22/10                                  até 9/10
Novembro                                          26/11                                   até 13/11
Dezembro                                          17/12                                   até 4/12
Fonte: Caixa Econômica Federal

Confira a programação dos próximos debates e sabatinas com candidatos a presidência

0

A lista de debates com candidatos à Presidência da República diminuiu após os líderes das pesquisas de intenção de voto, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL), indicarem que não compareceriam a todos os eventos.

Ambos participaram do encontro promovido pela Band neste domingo, 28, em pool com TV Cultura, Folha de S. Paulo e UOL, mas não confirmaram presença nos que estão marcados para as próximas semanas. A princípio, o candidato do PT sugeriu ir somente aos debates realizados em pool; contudo, ele não confirmou presença no evento organizado pelo pool do consórcio de veículos de imprensa, que incluía o Estadão, e a realização foi suspensa.

Estadão ainda tem um debate marcado para o dia 24 de setembro, em parceria com o SBT, a CNN, a rádio Nova Brasil FM e a revista Veja. A CNN já cancelou o evento que faria individualmente devido à falta de confirmação de presença de Lula e Bolsonaro. O debate da TV Aparecida com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que estava agendado para o início de setembro, foi cancelado pelo mesmo motivo. O mesmo ocorreu com a Rede TV!.

Vale destacar que o Estadão também fará sabatinas com os candidatos ao Planalto. Conforme sorteio, o presidente Jair Bolsonaro será o primeiro entrevistado, no dia 16 de setembro. No dia 19 será a vez de Simone Tebet; Luiz Inácio Lula da Silva tem sabatina prevista para o dia 20, e a série se encerra no dia 21, com Ciro Gomes.

Veja a lista dos próximos debates

24 de setembro: Estadão, SBT, CNN, Nova Brasil FM e revista Veja

29 de setembro: TV Globo

Sabatinas do ‘Estadão’

16 de setembro: Jair Bolsonaro

19 de setembro: Simone Tebet

20 de setembro: Luiz Inácio Lula da Silva

21 de setembro: Ciro Gomes

 

Correio 24H

Ebserh publica edital do Exame Nacional de Residência com mais de 4 mil vagas em 90 instituições

0

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC), lançou, nesta terça-feira, 23, o edital para a edição 2022/2023 do Exame Nacional de Residência (Enare). São mais de 4 mil vagas de residências em 90 instituições. As inscrições para os candidatos serão de 12 de setembro a 3 de outubro e podem ser feitas acessando o site enare.ebserh.gov.br. Entre as profissões estão Medicina, Enfermagem, Farmácia, Psicologia, Biomedicina e outras.

O período para envio de documentação para análise curricular ocorrerá entre 15 de setembro a 5 de outubro e as provas objetivas devem ocorrer em 6 de novembro nas capitais de todos os estados e Distrito Federal, além de 23 grandes centros. A previsão é que o resultado final seja divulgado no final deste ano, uma vez que o período para a matrícula dos aprovados é de 10 de fevereiro a 31 de março de 2023.

O Enare tem como objetivo otimizar a forma de selecionar os residentes, oferecendo benefícios para as instituições e candidatos. Nas duas primeiras edições, as instituições participantes tiveram menos vagas ociosas, eliminaram os custos e a carga burocrática da realização dos exames individuais e ampliaram a qualificação da seleção. Para os candidatos, o exame unificado apresentou vantagens como custo menor, data única para a realização das provas, aplicação em todas as capitais e algumas cidades-polo, possibilidade de escolha de onde o residente queira atuar, dentre outras.

O processo seletivo contempla instituições públicas e privadas sem fins lucrativos com vagas de Programas de Residência Médica ou Programas de Residência em Área Profissional da Saúde (Uniprofissional ou Multiprofissional), reconhecidos pelo MEC e que possuam vagas autorizadas com financiamento das bolsas garantido.

Aracaju (SE) – Com o objetivo de continuar capacitando profissionais altamente qualificados, o Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS), vinculado à Rede Ebserh, oferece mais de 130 vagas nesta edição do Enare 2022/2023, distribuídas entre os programas de residência médica e residências uni e multiprofissional. A duração de cada programa varia em relação à especialidade escolhida. As práticas de alguns programas ocorrem fora do HU-UFS/Ebserh e podem ter lugar no Hospital Universitário de Lagarto (HUL-UFS/Ebserh) ou em outra instituição hospitalar conveniada. Para obter mais detalhes, acesse os editais e os respectivos anexos no site do Enare.

Enem da Residência

O sistema de classificação do Enare é muito próximo ao Enem/Sisu, em que o candidato sai com a nota alcançada na especialidade escolhida após as provas e a utiliza para indicar onde pretende atuar. O sistema fica aberto por um tempo determinado para que cada candidato registre o local de sua preferência. As melhores notas se sobrepõem às menores, determinando, ao fechar, quem ocupará as vagas. Em seguida, ele é aberto novamente para preencher as vagas ociosas e para a formação de cadastro reserva, reduzindo muito a possibilidade de deixar vagas ociosas.

A primeira edição do exame, realizada em 2020, contou com mais de 4,1 mil inscritos disputando 304 vagas em oito hospitais da Rede Ebserh/MEC e um hospital militar. A segunda edição, realizada no ano passado, contou com mais de 32 mil inscritos para 3,2 mil vagas em 81 instituições.

Com informações da Coordenadoria de Comunicação Social da Rede Ebserh e da Ascom do HU-UFS.