PGR denuncia a bolsonarista Carla Zambelli por porte ilegal de arma de fogo e constrangimento ilegal

0

A Procuradoria-Geral da República denunciou a deputada bolsonarista Carla Zambelli (PL) por porte ilegal de arma de fogo e constrangimento ilegal com emprego de arma de fogo.

A denúncia foi apresentada após o episódio em que a deputado perseguiu, apontando uma arma, contra um homem nas ruas de São Paulo. O fato aconteceu em novembro do ano passado, na véspera do segundo turno das eleições.

A acusação atende a um pedido do Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele pediu o cancelamento definitivo do porte de arma de fogo da parlamentar, que pode ser multada em R$ 100 mil, por  danos morais coletivos.

A defesa de Zambelli disse ao Metrópole que o porte de arma dela é federal e não de CACs, que são proibidos de portar armas às vésperas da eleição. Os advogados afirmaram ainda que os quatro homens que teriam cercado a parlamentar ainda não foram identificados e que o homem perseguido pela deputada armada teria se recusado a cumprir ordem de prisão dada por um PM que estava com a parlamentar, no dia do fato.

Redação PNB

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome