Aluno é impedido de entrar em escola municipal de Juazeiro por não estar com fardamento completo; Seduc diz que essa não é a orientação

0

Em contato com o Portal Preto no Branco, o pai de um aluno da Escola Municipal Paulo VI, em Juazeiro, no Norte da Bahia, reclamou de uma situação que segundo ele, vem acontecendo na instituição. De acordo com ele, os estudantes que não têm o fardamento escolar completo, estão sendo impedidos de assistir aula.

“Meu filho foi impedido de entrar na escola ontem, porque não estava com a calça da escola. Ele estava com a blusa da farda e outra calça. Porém, a diretora deu uma ordem na portaria, para só deixar entrar os alunos que estão com o fardamento completo. Além de meu filho, outros alunos também foram barrados. É inadmissível um aluno não entrar na escola por conta disso. Por isso gostaria de saber se a escola tem esse direito”,

O pai do aluno contou ainda que a direção da escola está determinando o local onde o fardamento dos alunos devem ser comprados.

“Eles querem que os alunos comprem o uniforme onde eles estão indicando. Isso não existe. A gestão municipal é quem deveria ter a obrigação de distribuir fardamento para os alunos, como é feito em outros municípios”, acrescentou.

Encaminhamos a reclamação para a Secretaria de Educação e Juventude. Em resposta, a Seduc informou que “não é orientação da instituição impedir a entrada dos alunos nas unidades ensino, devido à ausência do fardamento, que não indica nenhum local para a compra de fardamento escolar e que vai apurar a denúncia”.

 

 

Redação PNB

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome