Dia Nacional de Luta Antimanicomial é lembrado com atividades no CAPS de Sento-Sé

0

 

A Prefeitura de Sento-Sé, através da Secretaria Municipal de Saúde, e apoio da Tombador Iron Mineração, promoveram nesta terça-feira (16), um evento em alusão ao Dia Nacional de Luta Antimanicomial. A iniciativa coordenada pela equipe Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) aconteceu na sede do equipamento e contou com palestras educativas, com participação da psiquiatra e enfermeira do CAPS e um café da manhã para os pacientes e seus familiares.

A ação teve como objetivo homenagear, destacar a expressão e liberdade, e ressaltar os direitos dos usuários que sofrem com algum tipo de transtorno mental e que são atendidos com os serviços dos CAPS. “Este é um momento de expressar sobre a importância da busca pelos direitos e o combate ao isolamento das pessoas com sofrimento e transtorno mental. Realizamos uma palestra aqui na sede do Caps sobre o tema, reforçando a população que as pessoas que sofrem com transtornos mentais tem direito fundamental à liberdade, além do direito a receberem cuidados e tratamentos, sem que para isso sejam excluídos do convívio familiar e social e tendo compromisso com os processos de transformação sociais e promoção da qualidade de vida”, destacou a coordenadora do Caps em Sento-Sé, Thaiane Castro, acrescentando que foi  um momento bastante proveitoso, “didático, harmônico entre os pacientes e toda a equipe”, afirmou Thaiane.

A professora Neide dos Santos Morais, compareceu à unidade para uma consulta médica e aprovou a iniciativa. “Ótima iniciativa! Não estava esperando pelo momento, não conhecia a luta antimanicomial e o evento mostrou de forma bem explicativa a importância do dia. Gostei do acolhimento dos profissionais e sobre a abordagem da luta pela liberdade e pelo fim do preconceito com a saúde mental”, avaliou Neide.

Programação – Durante esta semana do mês de maio as equipes do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) também estão realizando nas unidades de saúde, da sede e interior do município, salas de espera voltadas ao tema. Na segunda-feira (15) aconteceu nas Unidades de Saúde da Família (USF) do bairro Cícero Borges e das comunidades do interior, Riacho dos Paes e Aldeia. Nesta terça (16) aconteceu na USF do bairro Cícero Borges e na Maria Rocha, na quinta-feira (18) será a vez da USF Bela Vista realizar a sua mobilização.

Saiba mais – O dia 18 de maio foi estabelecido Dia Nacional de Luta Antimanicomial e visa chamar a atenção pública para a questão da saúde mental global, e identificá-la como uma causa comum a todos os povos, para além de limites nacionais, culturais, políticos ou socioeconômicos. Com o lema Por uma sociedade sem manicômios, uma das conquistas desse movimento foi a Lei 10.216/2001, que determina o fechamento progressivo dos manicômios e a implantação de novos serviços como os CAPS, as Residências Terapêuticas, Programas de Redução de Danos, entre outros, que garantem o acompanhamento dos indivíduos com transtornos mentais, fortalecendo o vínculo familiar e comunitário, e ofertando cuidados promotores de saúde e de autonomia.

Ascom PMSSE

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome