salvador

Na Bahia, Movimento Ocupa MinC inicia diálogo  com o presidente do Conselho Estadual de Cultura

Cerca de 200 pessoas, por dia, têm circulado no prédio da extinta sede regional do Ministério da Cultura (MinC), no Pelourinho, em Salvador. O espaço está ocupado desde a terça-feira, 17, por artistas, produtores, trabalhadores da cultura e movimentos sociais em protesto pela gestão do atual governo interino que culminou, inclusive, com a fusão das pastas da Educação e Cultura. Na manhã desta sexta-feira, 20, o presidente do Conselho Estadual

Coro de "Fora, Temer" toma conta de concha acústica em Salvador.

A tão festejada “habilidade política” de Michel Temer, já se viu, resume-se à capacidade de fazer conchavos entre deputados e caciques políticos. Se não fosse assim, ao assumir a presidência com ralíssimos índices de aceitação, a última coisa que deveria fazer seria extinguir o Ministério da Cultura, para acrescentar “mais um” numa conta que –como mostrou a Folha ontem – não significa economia, apenas demagogia. Ontem, em show de reinauguração