cultura do estupro

A cultura do estupro nas redes sociais por Ananda Fonseca

Após a notícia de uma menina que foi estuprada no Rio de Janeiro por 30 homens, internautas feministas e defensores da causa aproveitam para falar sobre o caso, discutir sobre a cultura do estupro e manifestar sua revolta. Sobre os argumentos que algumas pessoas usam para justificar o crime sofrido pela adolescente que sofreu um massacre sexual no Rio de Janeiro, a internauta, Marina Ferreira, na sua rede social, explica