Conjunto Penal em Juazeiro: MT e Empresa administradora se manifestam sobre denúncias

Nos últimos dias 13 e 14, o Portal Preto No Branco foi procurado por agentes penitenciários que denunciaram diversas irregularidades trabalhistas, que segundo eles estão acontecendo no Conjunto Penal de Juazeiro-BA. Entre as reclamações dos profissionais estão: Desvio de função, não cumprimento do pagamento da periculosidade e de insalubridade, não pagamento do vale transporte ou o benefício do itinerário, falta de reajuste salarial, proibição de permuta, contato direto com os detentos, entre outras.

Atualmente, 240 profissionais, entre homens e mulheres, são responsáveis pela segurança no presídio, contratados pela empresa Reviver Administração Prisional. O CPJ tem capacidade para cerca de 740 detentos, mas abriga 967 presos e presas, um número bem acima da capacidade do espaço.

Diante das denúncias, o PNB procurou a Delegacia do Ministério do Trabalho, o Conselho Municipal dos Direitos Humanos e também solicitou esclarecimentos da Reviver Administração.

A Delegada do Ministério do Trabalho, em Juazeiro, Edésia Barros, informou que não recebeu nenhuma denúncia formal sobre as irregularidades apontadas pelos agentes e orientou que eles procurem a sede da Delegacia do Trabalho na próxima segunda -feira ( 18). Ela garantiu ainda que vai apurar as denúncias relatadas nas reportagens do PNB.

O Conselho dos Direitos Humanos de Juazeiro também pediu que os profissionais procurem a Casa dos Conselhos, na próxima terça-feira (19) e informou que poderá encaminhar as denúncias e solicitar uma visita ao CPJ.

Já a empresa Reviver Administração Prisional se manifestou sobre as acusações através de nota de esclarecimento.

Veja a nota na íntegra:

NOTA DA REVIVER:

Inicialmente, vale destacar que a empresa REVIVER ADMINISTRAÇÃO PRISIONAL PRIVADA LTDA, é uma organização respeitável, e especializada em administração prisional com atuação nacional, detentora da Certificação de Gestão da Qualidade ISO 9001/2008 desde o ano de 2009 e que acaba de obter a certificação da gestão da qualidade na versão ISO 9001/2015, e que operacionaliza o Conjunto Penal de Juazeiro, em regime de cogestão, com a Secretaria de Administração Penitenciária do Estado da Bahia – SEAP desde o ano de 2008, sem que nestes 09 (nove) anos se tenha notícia de denúncias como as que foram trazidas nos últimos dias.

Em respeito a verdade nos sentimos na obrigação de esclarecer as questões abordadas na temerária denuncia, se não vejamos:

TRANSPORTE – desde o início das atividades da REVIVER em Juazeiro, assim como em todos os Municípios onde atuamos no País, a empresa fornece ônibus locado (particular) para o deslocamento de seus empregados, que na forma da lei, optam pelo transporte; o que pode ser constatado por qualquer pessoa nos horários das trocas de turno ou do pessoal administrativo, assegurando o benefício estabelecido em Lei de maneira adequada, não existindo ao longo de todos esses anos nenhum relato de insatisfação desse benefício.

INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE – O trabalho desenvolvido pelos empregados da REVIVER no Conjunto Penal de Juazeiro, tecnicamente e na forma da CLT – Consolidação das Leis do Trabalho e da regulamentação do Ministério do Trabalho e Emprego, não são atividades Insalubres nem Periculosas.

SEGURANÇA DO PRESÍDIO – Vale primeiro esclarecer que os empregados da empresa REVIVER no Conjunto Penal de Juazeiro NÃO SÃO AGENTES PENITENCIÁRIOS, e sim MONITORES DE RESSOCIALIZAÇÃO PRISIONAL na forma prevista no CBO – Classificação Brasileira de Ocupações, além disto se verificarmos a própria fotografia constante da reportagem publicada por esse veículo, se pode verificar vários Policiais Militares logo na entrada da unidade prisional, pois, diferente do quanto irresponsavelmente denunciado, cabe a POLICIA MILITAR DO ESTADO DA BAHIA o planejamento, coordenação e execução das atividades de guarda e preservação da ordem nos estabelecimentos penais do Estado da Bahia – na forma do quanto previsto no artigo 42 inciso II alínea “d” da Lei 13.201 de 09 de dezembro de 2014. Tanto tal afirmação é verdadeira que existe no interior da unidade prisional de Juazeiro, como em todas as unidades prisionais do Estado da Bahia, um BG – Batalhão de Guarda da PM/BA que garante a segurança das pessoas que trabalham na unidade, da população carcerária e das instalações da unidade, até porque se trata de prédio público.

REALIZAÇÃO DE ESCOLTAS PARA AUDIÊNCIAS, JURI E HOSPITAIS – É desnecessário ter conhecimento de atividades desenvolvidas no sistema penitenciário para entender que escoltas de presos, tanto do sexo masculino como feminino, são sempre realizadas por pessoal armado, sendo impossível conceber que empregados da REVIVER façam escolta, vigilância e acompanhamento de presos pois os mesmos não trabalham armados nem são detentores de qualquer poder de polícia; apenas a Polícia Militar ou Agentes Penitenciários da SEAP realizam tais funções, até porque todas as atividades desenvolvidas pela REVIVER são no interior da unidade penitenciária, conforme contrato celebrado com o Governo do Estado da Bahia.

 

DOENÇAS E RISCO DE MORTE – A afirmação é totalmente absurda, basta verificar que nos  mais de 09 anos de atuação da empresa REVIVER no Conjunto Penal de Juazeiro nunca se teve notícia de qualquer empregado que tenha sido contaminado por qualquer doença infectocontagiosa em razão de suas atividades na unidade prisional, e muito menos que tenha sido agredido ou vindo a óbito em razão do trabalho. Valendo ressaltar que estamos falando de NOVE ANOS de atuação, e não de 09 dias.

 

PROIBIÇÃO DE PERMUTA – inicialmente devemos entender que a escala de serviço da esmagadora maioria dos empregados da REVIVER é de 12×36, ou seja a pessoa trabalha 12 horas com intervalo de 1h para alimentação, e repousa as 36 horas seguidas, (trabalha um dia e folha outro como popularmente se diz), cuja escala de serviço é reconhecida pela legislação e pelos estudiosos do direito do trabalho como uma escala benéfica para o trabalhador; admitir a permuta nestes casos é sacrificar o empregado que após trabalhar 12 horas não terá o repouso que necessita, além disto tal conduta é vedada pela Lei.

 

JUSTIÇA DO TRABALHO –  qualquer trabalhador que se sinta prejudicado por qualquer empregador possui total direito de procurar a Justiça do Trabalho, a REVIVER não é a primeira e nem será a única empresa neste Brasil a possuir Reclamações trabalhistas. Em algumas, o ex-empregado obtém êxito parcial ou total do seu pleito, em outras a empresa consegue provar que cumpriu integralmente suas obrigações e a reclamação é improcedente. Caso exista alguma dúvida quanto à postura da empresa REVIVER, basta procurar as duas varas do Trabalho em Juazeiro para que se verifique que a empresa responde a algumas ações trabalhista, porém não deve um único centavo quando por ventura existe condenação, e cumpre 100% de suas obrigações trabalhistas em todos os locais onde atua, não havendo nenhum registro responsável que ateste o contrário, inclusive podendo ser consultando o Sindicato da Classe Laboral – SINDAP-BA outra fonte de informação. 

DEMISSÃO – A denúncia apresentada chega ao desplante de informar que vários empregados querem deixar a empresa e que a REVIVER não os demiti. Aproveitamos a oportunidade para informar que o RH da REVIVER se encontra à disposição para receber pedidos formais de desligamento, pois ninguém neste país é obrigado a trabalhar numa empresa na qual não deseja permanecer. Outro fator importante a destacar sobre esse tema, é a previsão constante na nova legislação trabalhista (Artigo 484-A da CLT), que criou o ACORDO MÚTUO entre o empregado e a empresa quando esse não deseja mais permanecer no emprego, assegurando o recebimento dos direitos trabalhistas estabelecidos nessa mesma legislação.

 

FALTAS AO TRABALHO – Em qualquer organização, sempre que um empregado falta ao trabalho tem o correspondente dia não trabalhado descontados dos seus vencimentos, independente do motivo da falta, salvo àquelas previstas na legislação trabalhista, o que não é o caso de ausências para se prestar concursos. Em se tratando de serviço de natura continua como é o caso dos estabelecimentos prisionais, é imprescindível a presença de 100% do efetivo previsto nas escalas de serviço como forma de assegurar a correta execução do contrato, e a falta de qualquer membro da equipe implica na sobrecarga dos demais, e não é justo pagar o dia de trabalho de quem não trabalhou.

 

SALÁRIO – A REVIVER pratica um salário base no Conjunto Penal de Juazeiro para os Monitores de Ressocialização Prisional no valor mensal de R$ 1.413,00, dentro da média nacional praticada, além de conceder importantes benefícios como: adicional noturno, alimentação, transporte, plano de assistência médica e odontológica particular de ótima qualidade, treinamento de capacitação anual, fardamento e Epi´s etc., ressaltando que parte desses benefícios não são obrigatórios por lei!

Ainda sobre esse tema, convém ressaltar que a Secretaria de Administração Penitenciária e de Ressocialização/SEAP do Governo do Estado da Bahia, determinou em seus editais de licitação para novas contratações da função de Monitor de Ressocialização que o salário base passará a ser de R$ 1.300,00, atitude que a REVIVER condena veementemente e tem ingressado com uma série de medidas legais de combate a essa determinação pois prejudicará diretamente a categoria, o que é de pleno conhecimento do Sindicato da Categoria e dos funcionários do Conjunto Penal de Juazeiro.

Por fim nos colocamos a inteira disposição para outros esclarecimentos que se façam necessários e apoiamos toda e qualquer iniciativa que busque esclarecer todas as questões com total e absolta seriedade e imparcialidade junto aos canais competentes, pois não se pode permitir que aventureiros irresponsáveis, movidos por interesses que desconhecemos, utilizem meios sérios de comunicação para tentar denegrir a imagem de uma organização séria como a REVIVER, a qual adotará as medidas legais a fim de buscar a devida reparação dos danos sofridos com essas caluniosas denúncias.

Da Redação

27 Comentários

  • Agente Penitenciário disse:

    Todas essas mentiras que essa empresa fala, é uma falta de respeito com todos nós que trabalhamos no CPJ, exercemos a função de agente penitenciário quando somos apenas monitor de ressocialização prisional, cada dia que passa sinto mais nojo dessa empresa.

  • EX. Agente disse:

    Ex. Agente. Venho informar que como sempre a Empresa REVIVER, vem mais uma vez tentar iludir aos leitores desse meio de comunicação.
    Em se tratando do transporte, tem um carro que pega os funcionário, mais é um único percurso, e não favorece a maioria dos funcionários. Pois muitos moram muito longe do percurso estabelecido pela empresa.
    Quando ela fala em relação ao perigo dos trabalhadores, todos os dias eles adentram nos pavilhões para assim abrir as celas dos internos, só com uma “TONFA” para assim se protegerem de quaisquer investidas por parte dos internos.
    Como a empresa fala : Não são agentes Penitenciários, mais exercem a função deles na unidade de Juazeiro, sim Pois os únicos funcionários do estado presente naquela unidade são os: Diretor e Diretor Adjunto, sendo assim eles não podem fazer as funções estabelecidas aos AGENTES CONCURSADOS DO QUADRO EFETIVO DO ESTADO, tais como abrir pavilhões, transportar internos aos diversos setores dentro da unidade, fazer escoltas em Hospitais, “COMO LA ELES CHAMAM DE ACOMPANHAMENTO DO INTERNO NO HOSPITAL”,
    Os funcionários, que não aceitam essas condições, ficam encurralados, sendo negados alguns direitos por parte da Gerencia e Coordenação.
    A Direção da unidade fecha os olhos pra varias coisas da Empresa,
    Os funcionários são obrigados a ficar trabalhando nos módulos, em condições de calor constante e nem um ventilador é fornecido aos mesmos, e eles não podem nem sair daquele forno, pois são repreendidos por supervisores e ameaçados de responderem uma C.I. pois dizem que são normas estabelecidas pela empresa, mais não dão condições mínimas aos funcionários, que sofrem com o calos daquele espaço. Eles não tem a quem recorrer.
    Deixo aqui meu comentário e o meu repudio a essa empresa que vem mais uma vez mentis pra tentar iludir a todos.

  • Agente disse:

    Balela,muito Mecham, ta na hora dos agentes se manifestarem, apresente suas fotos tiradas em escoltas custodiando preso em hospitais, peguem seus laudos pedidos nos hospitais das enfermidades dos detentos,e das imagem de abertura e tranca nos pavilhões, já que entrar em um pavilhão com 15 a 17 agentes nao é risco com aproximadamente 400 presos em cada um? O quadro de policia e de aproximadamente 5 a 6 que sob qualquer manifesto do preso na hora da abertura ou tranca nao pode atirar,o agente só entra com 2 cães, 4 agentes de escudo e os demais com biribas na mao,como se fossem Daniel na cova dos leões, e sobre o CBO a reviver já teve uns 3, o transporte, é um micro ônibus que só vive quebrando, de péssima condição segundo relatos já chegou até ficar sem freio em plena locomoção,a reviver ta no direito dela d se defender, mas a justiça tem o direito de se manifestar em nosso favor,e se fomos na justiça do trabalho vamos com certeza sofrer mas represálias pq só foi o portal preto no branco colocar o contra cheque do colega que eles se manifestarem para descobri quem era ,espero que o mesmo não seja perseguido, como muitos são lá.

  • Erik disse:

    Tudo mentira da reviver.

    • Ex agente disse:

      Até no Mural do carreder do corpo técnico. Tinha a escala falando sobre os postos de serviços dos agentes penitenciários. Era escrito agentes penitenciários. E não monitor. Esse nome monitor a empresa criou agora. Ora emgabelar os leitores e a justiça. Pós investigue tudo isto. Contra cheques. Escalas antigas. Que vai provar tudo isto.

  • Erik disse:

    Quem faz a trança são os agente. Todos procedimentos sim. Querem uma prova concreta, e muito simples, mandem envestigar os procedimentos. A Polícia fica no seu posto de serviço. Acompanha a trança a distância

  • Erik disse:

    Custódia de hospital tranca bacolejo contato direto tudo isto quem faz são os agentes.se acham que os funcionários ou os ex fimcionarios estão mentindo? A justiça do ttabalho ou até o juiz peça pra investigar os procedimentos. Eu trabalhei 6 anos la. E tenho provas. Como todos que trabalharam e trabalha la. Justiça

  • Ex agente disse:

    Caros leitores, isso tudo que a reviver fala dos procedimentos, falando que o agente de disciplina penitenciário, e tudo mentira da empresa. Pois sou ex foncionario e trabalhei 6 anos naquele antro de pessoas, Pois os egentes fazerem todo trabalho escolta Custódia bacolejo. Corre todo risco com o detento.e ainda ganha uma micharia por isto. Sem direito a insalubridade. Periculosidade. Só queremos nossos direitos justiça, até viagens de escolta nos fazíamos. E até hj são feitas. Senhores juízes justiça do trabalho. Os senhores tem que tomar alguma atitude

  • Luciana disse:

    Surpreende o poder de contornar a situação que eles tem. Gente, é simples…. é so a pessoa competente visitar o presídio em dias alternados, que verás a situação que nos encontramos(lógico que de surpresa)uma vez que somos treinados a “mentir” para maquiar a verdadeira função se alguma auditoria comparecer. A empresa tem o direito de se defender, isso é claro, daí mentir em suas palavras? Fingindo que tudo que foi dito não passa de mentiras? Francamente!!! É simples também, é so comparecer ao hospital Regional ou Upa (ambos mais visitados) e perguntar como quem não quer nada, quem faz as escoltas dos presos até lá. Digo sem medo de errar. Outra coisa,  que benefícios são esses que a empresa nos da? Até porque tudo q obtemos citados pelo representante da Reviver, é descontado em nosso salário. Dessa maneira, so vejo reduções. Concordo que existe o micro ônibus onde é descontado no salário uma taxa, de quem necessita da condução, porém de péssima qualidade, sem contar que os locais de parada, são bem distantes do bairro do funcionário.
     Tendo que serem pega duas conduções. Quantidade de policiais? Quem for la irá ver quantos se encontram, e na foto deve esta demostrando um horário de refeição, por que ai garanto que vem ate polícia  Americana para almoçar lá. Por outro motivo não tem. Na hora da abertura e tranca é feita uma oração, porque todos ali tem a plena consciência que só Deus para proteger, ja que nos sentimos tão sozinhos para entrar nos pavilhões em meios a tantos detentos. Ficam dois, máximo três policiais fora so olhando, mas quem entra mesmo somos nós, os verdinhos, com a proteção dívida, o escudo e dois cães.  A ala feminina? Tenho é pena daquelas meninas, que ficam o dia todo no sol quente de um lado pro outro, sem poder nem reversar, pela quantidade mínima de agente, conduzem todas as internas seja a quantidade que for, sem algemas. Dando de cara ao perigo, mas parece que eles não percebem isso, tapam os olhos e não reconhecem as pessoas que trabalham ali, so sabem apontar o dedo e exigir, sem oferecer melhores condicoes de trabalho.  Na questão das doenças… cansei de ver funcionário com dor de barriga, vomitando e passando mal após comer as refeicoes de la. Duvido que exista um que nunca se sentiu mal.
    Eeeeeee REVIVER vamos nos defender, mas vamos ser verdadeiros. Direito tem quem direito anda.

  • Agente cpj disse:

    Seu comentário está aguardando moderação.
    Realmente as Denuncias são Realmente Verdadeiras com Relação as Escoltas Externas para Hospitais Fórum e etc e Só Perguntar a Qualquer Policial que fique no Corpo da Guarda do CPJ nos fazemos sim e ainda não usamos coletes Balísticos. E Com Relação ao Trabalho interno somos nos que Abrimos e Trancamos a cadeia Toda Fazemos Revista na Celas e nas Pessoas que Adentram Aquele Lugar, E Com Relação aos Módulos os Colegas que la Trabalham São Perseguidos e não Podem Ficar nos Portões da Base do Módulo para amenizar o calor que e muito grande pois não temos ventiladores para e se formos pego na entrada da Base somos Punidos Principalmente por um Supervisor em Especial, segundo ele e ordem da direção e gerencia, Gerencia essa que só serve para perseguir, maltratar o funcionário e punir e nunca para buscar benefícios para a nossa função e uma boa execução dos trabalhos, E com relação ao planos de saúde e e muito bom mesmo mas se colocarmos um dependente pagamos 100% do valor. O transporte e descontado e a alimentação também, o percurso do ônibus não atende a todos. E PEDIMOS QUE AS AUTORIDADES VEJAM NOSSA SITUAÇÃO E NOS AJUDE………. SE FORMOS NA JUSTICA DENUNCIAR SEREMOS PUNIDOS POIS HOJE FICOU MARCADO DE IR NO MINISTERIO DO TRABALHO E TINHA GENTE DA EMPRESA LÁ OLHANDO QUEM FORMA LA DENUNCIAR PARA DEMITIR DEPOIS.

  • Ex funcionária disse:

    Estão de brincadeira? Quem trabalha e trabalhou la fica indignado ao ler as mentiras desse texto enviado pela empresa. Meu Deus! Até as famílias dos internos são capazes de testemunhar contra isso. Os agentes é que fazem tudo naquele lugar. Não tem periculosidade? E o contato direto com os internos na hora de levá -Los aos setores dentro da própria unidade? As agentes femininas cuidam da Ala feminina sozinhas, sem nenhum policiamento no raio de 100 metros. Abrem e fecham a Ala a todo instante. Os agentes masculinos abrem e fecham as celas hora da tranca e no início da manhã. … vão sozinhos. Com Deus. Nossa. É de revirar o estômago ler tanto absurdo dessa empresa. Não é a toa que todos os demitidos vao pra justiça e ganham. O ministério do trabalho h recebi denúncia sim. Não foram atrás por que nao quiseram.

  • AGENTE CPJ disse:

    Boa tarde. Dra.Edesia os agentes só não vão ai pois seram perseguidos la dentro e demitidos ate, um colega estava indo fazer a denúncia quando viu um preposto da empresa espreitando que entraria no fórum trabalhista e o mesmo retornou. As denúncias são verdadeira e os comentários também, só queremos justiça, só queremos nossos direitos e que a verdade venha a público. Só sabe o que passamos e o que vivemos quem esteve ou está lá todos os dias ou dia sim dia não nos plantões. Dra Edesia se tem alguma dúvida sobre os agente ….Convoque o Ex diretor Adjunto RICARDO PENALVA o único que teve coragem de nós ajudar e bater de frente contra nós maus tratos sofridos pelos funcionário, mas o Diretor proibio o mesmo de está no DDSQ e de nós ajudar. Um Diretor adjunto de coragem que entrava com nós nos pavilhões na trança ou em revista ou baculejo. Pergunte a ele Dra Edesia que a verdade aparece. E QUE DEUS NOS AJUDE.

  • Monitor de ressocialização rs disse:

    Engraçado porque os agentes que hoje procuraram o ministério não foram atendidos, e ainda tinha vigia da empresa para prosseguir com os assédios. Uma vergonha este país que vivemos, corrupção por todos os lados, aonde vamos parar

  • Monitor disse:

    Palmas para a bela defesa. Cadê a licitação, ou as licitações destes 9 anos de gestão, ou será que foi um concurso vitalício? Não é uma empresa séria, porque não joga às claras com seus colaboradores, porque ninguém sabe do resultado desta licitação de 2017,

  • Monitor disse:

    Pena ser uma classe tão desunida, como os próprios internos dizem que eles têm mais união e organização, e se tivesse um sindicato de vergonha também que fizesse algo pela classe, deveria ter uma paralisação já que os MONITORES DE RESSOCIALIZAÇÃO não fazem nada, deixar a PM que faz tudo tomar de conta dos procedimentos, aí sim eu queria ver se nada aconteceria.

  • Ex funcionaria do cpj disse:

    Hum…como pode um negócio desses ? Eita maquiagem bem feita , merece o troféu do ano reviver. É duro ouvir isso , precisamos de respostas das autoridades responsável. Queremos já nossos direitos trabalhista, pois não é justo ficarmos sem resposta .

  • Ex funcionaria do cpj disse:

    Os agentes e auxiliares administrativos tem o contato direto com o interno sim , eu tenho provas que tem com toda certeza . Tenho provas guardadas , corremos perigo o tempo todo no sistema prisional de juazeiro da Bahia. Inclusive já fui até ameaçada por interno lá dentro. O interno me jurou de morte , agora a pergunta que não quer calar . Eu tive algum tipo de proteção diante desse juramento de morte, não né? Pois é, queremos periculosidade , insalubridade. Reviver da maquiagem

  • Justiceiro disse:

    É claro que a empresa iria se defender, (mas o que foi dito é de revirar o estômago), meu Deus quanta mentira, todos os agentes que já fizeram escolta de presos em hospitais tem fotos, vídeos,laudos provando que lá estiveram fazendo tal função, mesmo NÃO EXERCENDO o poder de polícia como foi dito pela empresa em sua nota de mentiras. A ala feminina tem todos os dias lixo sendo queimado bem AO LADO onde as agentes inalam toda a fumaça, todo o tipo de lixo é queimado lá orgânico, resto de uniformes de internos, colchões velhos, papéis higiênicos e etc.E nunca foi tomada uma providência quanto à isso, agora me pergunto recorrer à quem? Se a ordem de queimar todo essa sorte de lixo vem da gerência. E sem contar que os acusados do crime de corrupção em Remanso (BA) dado o nome de “carro fantasma” pela própria GAECO, estão alojados no módulo 4 e são tratados como intocáveis. Por quê, um tratamento tão diferenciado? Será que a resposta é porque eles são funcionários públicos, ex-prefeito, vereadores…será que desviar cerca de R$ 13 milhões é ser menos bandido que roubar uma galinha? Traficar? Roubar um celular? Deixo bem claro que não estou defendendo nenhum tipo de crime, apenas fiz uma comparação entre, será que não é o nosso sistema que é corrupto, será que a culpa não é de cada brasileiro que infelizmente se acostumou em ver corrupção com a naturalidade de ver um jogo, filme, jornal? Será que já não é banal? Normal né?! Dentro do nosso sistema são dois pesos e duas medidas, infelizmente já não sei se essas denúncias sobre a tal empresa vai dar em algo de bom para nós monitores, como aumento de salário, receber por periculosidade, insalubridade enfim. Me enoja saber que tenho que vestir minha farda todos os dias e viver uma mentira dentro do Cpj, mas tenho contas a pagar, no dia que sair da empresa resolverei na justiça, pois por aqui vejo que não dará em nada meus caros colegas. Que Deus nos abençoe.

  • Monstro disse:

    Tudo verdade o que estão dizendo a respeito do nosso trabalho no CPJ. Como não temos contato com detentos? Se somos nós que os conduzimos para os procedimentos dentro e fora da unidade! Dentro da unidade são conduzidos sem algemas, se isso não for perigoso…Será trabalhamos em um jardim de infância? Será que são os PMs que fazem esse trabalho? Por que Agentes Penitenciários do estado não existe lá. São os PMs que realizam a trenca, são? Não aconteceu morte por que eles(internos) ainda não quizeram, será que estão esperando algo assim acontecer, pra dizer que é perigoso adentrar os pavilhões e realizar a tranca? Ou vão culpar os funcionarios pela tragédia? O micro ônibus que faz o itinerário de levar e trazer os funcionários é um LIXO, deve ter alguém segurando a permanência desse ônibus.

  • M R P disse:

    É duro ver tantas inverdades em uma só defesa, a REVIVER ao fazer essa defesa praticamente falou que funcionários não valem nada e não fazem nada, como pode isso? Todas as escoltas aos hospitais são feitas pelo funcionários da empresa, que eu já não sei mais nem qual a nomenclatura q se deve dar aos mesmo, enfim, o ministério do trabalho Tem q tomar uma postura e ir fiscalizar essa instituição que é a Reviver Ltda e constatar a sua falsa defesa.

  • Monitor disse:

    Não precisa ir muito longe querem alguma prova só ir lá e todos veram o nosso trabalho.somos hoje chamado de monitor mas já fomos chamado de garçom a gerência chegou a dizer que nossa função era de hotélaria

  • Falta de respeito muito grande da empresa com seus colaboradores ninguem ver isso a empresa sempre se sarfa uma certa senhora falou que nao perde pra ninguem na justiça quem quiser que saia tem muita gente querendo trabalhar, autoridades solicitem a filmagem dos procedimentos de tranca e abertura que as 7 da manha e feito pelos agentes as 17 h pela misericordia de Deus somos nos que entramos alguns de nossos superiores devia ter vergonha na cara parar de oprimir cobra coisas e exige outras sem fundamentos e sao os primeiros a dar mau exemplo ja foram agentes supervisores ja entraram no pavilhao fizeram tudo que nos fazemos, mesmo sem reajuste a quase 3 anos muitos ali continua sendo profissional e honesto sem recerber nossos direitos dormimos com preso em hospital ja teve preso com cancer tuberculose hiv de tudo poxa varios colegas tem laudos a empresa devia repenssar seus argumentos antes de nos colegas de trabalho nos unirmos e parar fazer vergonha perante a justiça ao dono miseravel que ganha muito as nossas custas com base no repasse que recebe do estado vejam a filmagem no youtube em aracaju rebeliao os agentes dentro dos pavilhao aki em juazeiro tb entramos pelo amor de Jesus que seja feita justiça e pra completar sibelle tem colaborador que vai tirar duvida sobre procedimento na empresa o gerente operacional da uma resposta que nao e digna de postura de liderança ele manda o monitor ir se imformar no blog preto no branco chamem dr penalva ate mesmo os internos perguntem a eles a justiça so nao fara nada por nos se nao quiser o for omissa. Deus e por nos

    • BROCADOR disse:

      ESSA EMPRESA É UMA FARSA JUNTO COM DIREÇÃO QUE APOIA AS MENTIRAS DA REVIVER JUNTO A GERARD , SENHORA SEBASTIANA SOARES QUE ATUALMENTE SE CASOU COM O GERENTE REGIONAL DA REVIVER, ELES JUNTOS JÁ NOS TRATOU DE FORMA HUMILHANTE NA FRENTE DE TODOS OS NOSSOS COLEGAS DE TRABALHO, ELA É UMA PESSOA FRUSTADA QUE ACHA QUE NÓS COLABORADORES SOMOS ASSIM COMO ELA PRECISAMOS MOSTRAR A ELES QUE SOMOS PROFISSIONAIS CAPACITADOS PARA EXERCER AS NOSSAS FUNÇÕES ELES JÁ CHEGARAM A DIZER QUE PREFERE PERDER CEM MIL PARA O JUIZ DE QUE PAGAR CEM MIL AO COLABORADOR ESPERO DA JUSTIÇA DE DEUS PRIMEIRAMENTE E DEPOIS DA JUSTIÇA DO TRABALHO JUNTO AO MINISTÉRIO PUBLICO QUE PROCURE FISCALIZAR ESSA EMPRESA QUE SINTO NOJO DE TRABALHAR .ELES QUEREM QUE A GENTE PEÇA PRA SAIR PARA PERDEMOS NOSSOS DIREITOS ADQUIRIDOS .

  • Agente disse:

    Agente, venho expressar minha insatisfação com a direção do Conjunto Penal de Juazeiro BA, por mais uma vez se omitir e ainda ficar apoiando e assinando folheto informativo da empresa REVIVER. Gostaria de saber do Diretor se ele nunca andou na unidade que ele é responsável.
    Senhor Diretor, como fica sua consciência em assinar um informativo mentiroso que fala que os “MONITORES DE RESSOCIALIZAÇÃO PRISIONAL”, como são chamados os funcionários da unidade, fazem na real função, “OU DIGO DESVIO DE FUNÇÃO” pois sempre fizeram tanto abertura e tranca das Pavilhões, escolta pra diversos setores tanto dentro como fora da unidade, ou ele mais uma vez vai negar.
    Também quero perguntar a direção desse meio de comunicação, o que devemos fazer na unidade de Juazeiro, pois quando questionamos ao Gerente de operações da empresa, o Sº Josuilson, ele com tom de ironia, responde da seguinte forma“ PERGUNTE AO BLOG PRETO NO BRANCO” e se pergunta ao Coordenador Adenildo, ele faz uma cara de raiva como se fosse nos engolir.
    Srª Edezia se quer provas de tudo isso, chame um dos ex. diretor Adjunto, o Sr. Ricardo Penalva, pois sei que ele não vai omitir nenhuma informação, e não vai compactuar com mentiras.
    Senhores representantes do Ministério Publico, se fação uma única pergunta: Porque que já se passaram vários Diretores Adjuntos naquela Unidade. São porque eles não tem capacidades ou tem algo a mais ai.
    Tem funcionários, querendo formular denuncias mais por conta de que a empresa colocou pessoas pra olhar quais funcionários adentraram pra fazer essas denuncias, e vários colegas ficam com medo de represarias
    Fica aqui meu relato de insatisfação parece que o Diretor Manoel Tadeu, nunca andou na unidade que administra.

  • Agente feminina disse:

    Se é verdade que os agentes não faz nada então me explica por que a empresa tem tanto funcionário se é a policia que faz o serviço então não deveria pagar para os garçom de preso como afirma a gerência da Reviver , estamos sem aumento desde de 2015 a empresa alega que não recebe do estado a quase um ano , e também alega que nunca houve agressão de interna para com agentes , no mês de novembro um agente foi agredido e mordido por uma interna se tiver duvidas procurar o livro de ocorrência do dia que lá vai encontrar,vários agentes sofrem ameaças por parte de interno como consta nas ocorrência na 17 COORPIN alguns agentes se omitem ou não questionam por medo de perder o emprego pois lá são oprimidos e ameaçados constantemente de demissão pela gerência e gerop ,fica aqui minha indignação pois saiu de casa deixando meus filhos e esposo para trabalhar numa empresa que não nos respeita e não nos tratam com dignidade ,triste realidade dos agentes d0 CPJ

  • E é verdade saí mos de casa para garantir que as portas do sub mundo aqui na terra seja fechado daí vem uma gerente e um gerop dezer que não fazemos nada por que não é eles que entram nos pavilhões para fazer a tranca todos os dias só sabem persegui os guerreiros que deixao suas famílias para ganhar o pão aí esse povo vem paracá dizer que não fazemos nada e por que elestávamos pagam a nos todo mês só pra gente fica lá sentadoe difiiiiiicio isso acontece. Queremos justiça já que DEUS abençoe a todos.

  • AGENTE CPJ disse:

    James parabéns pela a entrevista, muito boa mesmo e mesmo assim com a delegada do trabalho falando que os juízes estão dando favorável à ínsalubridade do agentes a empresa nega e ainda diz que não temos contato com os presos , que mentira descabida mas a justiça está aí para continuar provando que a Reviver menti muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.