Posto do CVV em Petrolina realiza mais de 1,3 mil atendimentos em 2017

O suicídio é um problema de saúde pública que mata pelo menos um brasileiro a cada 45 minutos, mais do que a Aids e muitos tipos de câncer. O número impressiona, mas é importante saber que o suicídio pode ser prevenido em 9 de cada 10 casos. No Brasil, diversas mobilizações, a exemplo das que aconteceram em setembro, por ocasião do Setembro Amarelo, têm dado visibilidade, estimulando o debate sobre a prevenção e divulgado entidades que trabalham com a temática.

O Centro de Valorização da Vida (CVV) é uma delas. A organização presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo sobre suas dores. Os mais de um milhão de atendimentos anuais são realizados por mais de 2 mil voluntários pelo telefone, pessoalmente ou pelo www.cvv.org.br via chat, Skype, e-mail ou carta.

Em Petrolina, o posto do CVV funciona há mais de 10 anos e conta com aproximadamente 20 voluntários que oferecem atendimento por telefone de segunda a sexta-feira das 14h às 21h30 e nos dias de sábado e domingo das 10h às 18h.  Na unidade, somente no ano passado foram registrados mais 1,3 mil contatos telefônicos.

De acordo com a coordenadora do Posto do CVV em Petrolina, Francisca de Andrade, esse número é bastante significativo. “Cada ligação que atendemos justifica a existência do serviço porque nosso papel é prestar apoio emocional e quem liga sabe que há sempre do outro lado da linha um voluntário prestes a atender com empatia, respeito, compreensão e total sigilo. É importante deixar claro que falar pode ser o melhor remédio para dor psíquica.”, disse.

Para o ano de 2018, a expectativa é que o número de atendimentos aumente. “Na medida em que os veículos de comunicação tratam da temática suicídio e divulgam o serviço do CVV, mais pessoas ficam sabendo que existimos e nos procuram. Além disso, existe a perspectiva real de aderirmos ao número 188, que é acionado gratuitamente de todo território nacional. Hoje nosso número de atendimento é o 87 – 3861-5033”, avalia a coordenadora do Posto do CVV em Petrolina.

No Brasil 15 estados mais o Distrito Federal já oferecem atendimento pelo número 188, sem custo de ligação para prevenção do suicídio. Inclusive recebendo ligação de telefones celulares. Para se ter ideia da importância desse serviços, 150 mil brasileiros utilizaram o serviço somente no mês de dezembro de 2017.

O CVV é uma entidade sem fins lucrativos que atua na prevenção do suicídio há 55 anos. O apoio emocional oferecido gratuitamente pelo CVV não substitui os serviços de saúde e é realizado exclusivamente por voluntários. Interessados em conhecer mais sobre o serviço ou se tornar um voluntário podem se informar pelo site www.cvv.org.br ou pelo número 87 – 3861-5033.

Ascom/Giovanni Siqueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.