Banco de Alimentos do Sesc Petrolina incentiva doações e amplia parcerias durante a Fenagri 2016

Banco de Alimentos do Sesc Petrolina incentiva doações e amplia parcerias durante a Fenagri 2016

Foto (3) (2)

“Do ponto de vista social, você está ajudando pessoas simples e evitando o desperdício. Isso é o que motiva a existência do Banco de Alimentos”, diz a assistente social do Serviço Social do Comércio, Telma Calado, responsável, entre outras funções, pela garantia de refeições para 8.746 pessoas em cinco municípios de Pernambuco e dois da Bahia.

Em um bairro mais distante e carente de Juazeiro (BA), o Nova Aliança, fica a Instituição Professora Cristina. Socorro Braga, 50, passou mais da metade da vida, 32 anos, em sala de aula. É uma das docentes que leciona na entidade. “Eu não me canso de ver vidas transformadas. Só as doações do Banco de Alimentos do Sesc nos ajudam a mudar a vida de 180 crianças e, indiretamente, a própria comunidade; principalmente porque trabalhamos com famílias violadas em seus direitos”, diz a pedagoga.

O Banco de Alimentos do Serviço Social do Comércio é um programa nacional. Em Petrolina, tem 11 anos de funcionamento. A entidade possui um cadastro com 38 organizações inscritas e que recebem os donativos. “Nossas doações vêm de empresas e instituições que nos entregam os alimentos. Depois da listagem e verificação, repassamos para as entidades cadastradas no banco”, conta Calado. A assistente social diz ainda que o Sesc Petrolina tem uma equipe acompanhando as pessoas beneficiadas com a ação.

Durante a 26ª edição da Fenagri, entre os dias 25 e 28 deste mês, o Banco de Alimentos do Sesc Petrolina reservou um estande para exposição dos trabalhos e promoveu uma campanha de sensibilização sobre o desperdício de alimentos e ampliação das parcerias. A gerente estadual do programa, Isolda Braga veio com a equipe de Recife, formada por Ely Chaves (coordenadora e nutricionista), Diego Xavier (supervisor de logística) e na companhia do gerente do Sesc Petrolina, Hednilson Bezerra, recepcionou os visitantes.

De acordo com Isolda Braga, a iniciativa foi bastante proveitosa, com destaque para os contatos feitos com várias lideranças das associações de produtores locais, a exemplo de Zé Padre, da Associação de Produtores Rurais de Orocó – PE (Asprobap), Natalício Luiz de Sá, da Associação dos Criadores de Abelhas de Petrolina (Ascamp) e Isália Damacena, presidente do Sindicato dos Agricultores Familiares e Empreendedores Rurais de Petrolina (Sintraf). No estande também foram arrecadados produtos perecíveis e não perecíveis para doação a creches, associações, abrigos e centros de recuperação de dependentes químicos.

Referência regional em programas de responsabilidade social, por combater a fome e o desperdício alimentar, o Banco de Alimentos do Sesc Petrolina faz parte do programa estadual da entidade, que dispõe ainda de unidades em Recife, Caruaru, Garanhuns e Arcoverde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.