Veículos estatais deixam de usar termo “presidenta”

Veículos estatais deixam de usar termo “presidenta”

Brazilian President Dilma Rousseff speaks during meeting of the Vocational Education Project for Young People, the Pronatec, at Planalto Palace in Brasilia on July 28, 2015. Seeking to improve her popularity, currently about 7% of the population considered good or excellent, the President Rousseff will launch a campaign on social medias with videos that show the action of her government.  AFP PHOTO / EVARISTO SA        (Photo credit should read EVARISTO SA/AFP/Getty Images)

Segundo uma matéria publicada hoje (31) na Folha de São Paulo, A EBC (Empresa Brasil de Comunicação), que controla veículos estatais de comunicação, como a TV Brasil, a Agência Brasil e a Radiobrás, deixou de usar em reportagens o termo “presidenta” para distinguir o gênero do cargo de presidente da República. O termo vinha sendo usado pelo governo federal desde a posse de Dilma Rousseff para seu primeiro mandato, em 2011. Os funcionários foram orientados a mudar a forma de tratamento do cargo no feminino na televisão e também na agência de notícias.

Veja matéria completa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.