“Cumpri minha missão com Juazeiro no topo do emprego”, avalia Neiva

"Cumpri minha missão com Juazeiro no topo do emprego", avalia Neiva

IMG-20160601-WA0012

Após sete anos à frente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) de Juazeiro, o empresário Carlos Neiva deixa o comando da pasta nesta quinta-feira, 02 de junho. O afastamento ocorre em virtude da pré-candidatura de Neiva a prefeito de Juazeiro, pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Por lei, secretários que aspiram disputar as Eleições 2016 devem desincompatibilizar-se dos cargos quatro meses antes do dia da votação (02 de outubro).

“Saio [da Sedetur] agradecido ao prefeito Isaac pela confiança e também honrado. Acredito que cumpri minha missão com Juazeiro no topo nacional do emprego”, avaliou Neiva ao conceder entrevistas para rádios locais. O Caged (abril/2016) aponta Juazeiro como o município que gera mais empregos formais em todo o Brasil na atualidade, uma liderança inédita e histórica.

Com novas empresas, tanto no Distrito Industrial como noutras áreas (Juá Garden, Wobben, Atacadão, Assaí, Casas Bahia, Americanas, GBarbosa), houve, na opinião de Neiva, fortalecimento da economia e diversificação do mercado de trabalho em Juazeiro. “Nossa PIB cresceu 80% se comparado a 2008; a arrecadação, 240%. Durante nossa gestão, foram gerados 6,7 mil postos de trabalho com destaque para Serviços, que liderou o saldo anual por três vezes nos últimos sete anos”, enumera.

Neiva ainda ressaltou avanços em qualificação profissional com foco nos jovens. Antes da Sedetur, Juazeiro contava apenas com o SESI. “Trouxemos a unidade móvel do Senac, que já ofereceu mais de quatro mil qualificações, viabilizamos a vinda do Senai e do IFBA e em breve, teremos a faculdade de medicina. Eu entendo que nenhum empresário investe numa cidade se ela não possuir mão-de-obra qualificada”, defendeu.

No quesito fomento a pequenos e micros comerciantes, a Sedetur criou o Juazeiro Empreendedor, em parceria com várias entidades (como Sebrae, Cesol, BNB, Desenbahia). O programa já cadastrou em torno de 600 empreendedores. Após treinamentos, eles comercializarão os produtos na Feira do Juá, evento ainda sem data marcada. “Aprendi a empreender em Juazeiro quando aqui cheguei com 18 anos e precisei trabalhar para me manter na faculdade”, disse Neiva justificando sua relação afetiva com o Juazeiro Empreendedor.

Ascom PMJ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.