Morre Mamoru Yamamoto, fundador da vinícula Ouro Verde e de grande importância para o desenvolvimento do Vale do São Francisco

Morre Mamoru Yamamoto, fundador da vinícula Ouro Verde e de grande importância para o desenvolvimento do Vale do São Francisco

yamamoto
Mamoru Yamamoto pertencia a comunidade de origem japonesa na região de Juazeiro e Petrolina e chegou ao Vale do São Francisco há década de 70.

Na bagagem trouxe inovação, desafios e muita confiança na região. Trouxe o milagre da uva no sertão.
Os pais de Mamoru Yamamoto vieram para o Brasil em 1925; ele nasceu em Birigüi, interior de São Paulo e no nordeste implantou uma nova tecnologia para o cultivo da uva, trouxe variedades de manga e muita esperança. Contribuiu para a criação da “capital da irrigação , título ostentado pelo vale.

Foi um dos maiores produtores de uva do Nordeste e trabalhou até o fim da vida lançando mais numa atividade inédita na região e rara no Brasil: A amora.

Yamamoto era um dos únicos produtores do Brasil que plantavam amoreiras. A produção não tinha por fim tirar o fruto ou alimentar o bicho-da-seda com as folhas da árvores, mas para produzir o chá de amora miúra – uma variedade que, ele garantia, fazes milagres para a saúde.

Segundo o empresário do segmento de turismo e parceiro do produtor, Rogério Rocha, a chegada de Yamamoto foi um divisor de águas para a região “O Vale do São Francisco deve muito a Yamamoto, que acreditou no potencial da região, aqui se firmou e contribuiu imensamente com o desenvolvimento de todo vale. Um exemplo a ser seguido.

Yamamoto é o fundaddor da Fazenda Ouro Verde, em Casa Nova, única vinícula da Bahia, atualmente do Grupo Miolo. Yamamoto tinha 83 anos e faleceu na manhã de hoje na Vinícula que ajudou a fundar, em Casa Nova-BA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.