Cerveró delata 11 políticos e propinas de mais de R$ 500 mi

Cerveró delata 11 políticos e propinas de mais de R$ 500 mi

O ex-diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Cerveró apontou pagamentos de mais de R$ 500 milhões em propinas, envolvendo negócios da petroleira estatal e a BR Distribuidora. A informação é do jornal O Globo.

Cerveró também delatou valores repassados a funcionários do governo FHC e para a campanha à  Presidência de Lula em 2006
Cerveró também delatou valores repassados a funcionários do governo FHC e para a campanha à Presidência de Lula em 2006 Foto: Flickr/Senado Federal / O Financista

Cerveró também citou 11 políticos beneficiados com as irregularidades, entre eles, o ex-senador Delcídio Amaral, os senadores Renan Calheiros, Jader Barbalho, Fernando Collor, além dos deputados e ex-deputados Eduardo Cunha, Cândido Vaccarezza, Jilmar Tatto, entre outros. Aparecem também outros nomes conhecidos como Fernando Baiano, Renato Duque e o ex-diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa.

Integrantes do governo Fernando Henrique Cardoso também teriam sido beneficiados, com um negócio envolvendo US$ 100 milhões, referente à compra pela Petrobras em 2002 da empresa argentina Pérez Companc.

Cerveró também afirmou que a compra de campos de petróleo na Angola gerou entre R$ 40 milhões e R$ 50 milhões para a campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República em 2006, em negociações que foram comandadas pelo ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci.

Fonte: Noticias Terra

1 comentário


  1. Além de Aecio, Lula, Temer, entre outros, Dilma já foi citada, pelo menos 3 vezes. Cervero, Delcidio e Pedro correa citaram o nome da presidenta afastada. O argumento de presidenta honrada tá caindo por terra.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.