Menina de 1 ano e 7 meses é mais uma vítima da Cultura do estupro, em Petrolina

Menina de 1 ano e 7 meses é mais uma vítima da Cultura do estupro, em Petrolina

abuso-sexualjpg135462246950bde6053fcd7

No momento em que vivemos assustadas(os) com os recentes casos de tentativas e estupros, sejam eles coletivos ou não, com a cultura do estupro aflorada nas redes sociais, ruas e universidades, com os discursos machistas cada vez mais explícitos, nos deparamos que essa realidade não é algo distante e está longe de ser mudada.

Segundo informações do 5º Batalhão da Polícia Militar de Petrolina, dessa vez a vítima teria sido uma menina de apenas um ano e sete meses, um bebê, que ainda no início da vida já é vítima da crueldade humana. Segundo informações da família da criança, ela teria sido estuprada ontem (7) por volta das 18h no bairro João de Deus, zona oeste de Petrolina, por Edvaldo dos Santos,  de 56 anos.

Edvaldo dos Santos, acusado
Edvaldo dos Santos, acusado

O crime teria ocorrido dentro do veículo do acusado e flagrado pela mãe da menina. Ainda de acordo com o 5ºBPM, a polícia foi chamada pelo pai da vítima, que disse que o acusado era o seu vizinho.

Ao perceber a presença da polícia, o acusado, que apresentava sinais de embriaguez, tentou fugir, mas foi preso e encaminhado para a 1ª Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante delito.

Segundo informações de moradores da rua, o acusado era uma pessoa aparentemente calma e recém chegado no bairro.

O laudo médico do Instituto de Medicina Legal (IML) atestou que não houve penetração, portanto, o caso fica classificado como abuso e aliciamento.

estupro_e_violencia_infantil

A constituição Federal diz que a lei punirá severamente o abuso, a violência e a exploração sexual da criança e do adolescente. De acordo com dados extinta Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, a violência sexual foi classificada como a quarta violação contra crianças e adolescentes mais denunciada no disque 100 em 2015.

Além do disque 100, as pessoas podem procurar o concelho tutelar para denunciar casos de violência e explorações de crianças e adolescentes.

Em Petrolina existem hoje dois Conselhos Tutelares: R1 localizado na rua das Laranjeiras, centro, telefone 3862.9211 e o R2 na rua do Carretão, 76, bairro Gercino Coelho, telefone 3862.2022. E em Juazeiro-BA, na Rua Sete de Setembro, nº 154, Centro. Telefone: 3611-5745. Denuncie.

 

Por: Redação Preto no Branco

Com informações do 5ºBPM

FOTOS: Reprodução e 5ºBPM

2 Comentários


  1. Acredito q a informaçao está incorreta, p configurar o crime de estupro não precisa que ocorra penetração. Se houve atos libidinosos com a criança haverá estupro, nessa caso estupro de vulnerável, com pena mais severa. Vale a pena questionar ao delegado em qual crime vai ser enquadrado esse bandido.

    Responder

  2. Mas vc Srª Ana já questionou que poderia ser um parente seu.todos nós, sabemos e ninguém da credito a um cricrimino e muito menos eu que tenho muitos filho muitos netos mas você antes chamar de um bandido e de enquadrar como um esuprador terá que checar se realmente houve esse ato libidinoso pq hoje é fácil uma pessoa querer ver outra se dar mal e só viver de achismo ou pensar com maldade e ir lá na policia com esse tipo de denuncia que já basta para ver a pessoa atrás das grades o pouco que eu e muinta gente conhece esse pai de familia que vc descreve como bandido vá lá em s. filho que é cidade onde ele morou por muitos anos se alguém tem ou conhece ele por esse tipo pessoa que vc fala

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.