1ª Serenata Recordar e viver vai resgatar memória musical de Curaçá no próximo sábado (18)

1ª Serenata Recordar e viver vai resgatar memória musical de Curaçá no próximo sábado (18)

13453620_252735125085583_452263930_n

No próximo sábado (18) será realizada em Curaçá-BA a 1ª Serenata Recordar e Viver. O evento terá inicio as 21h e pretende resgatar a tradição das serestas na cidade, revivendo um tempo onde os seresteiros tocavam e cantavam pelas ruas, levando poesia, música e muito romantismo.

Curaçá de “Meu Mano”, de Zé Raul e tantos outros violões e vozes, vai viver um momento especial, quando seresteiros da cidade e de toda região, vão presentear os curaçaenses e visitantes com os clássicos das serestas e composições que marcaram época no cancioneiro popular.

De acordo com um dos organizadores, Plauto Oliveira, o objetivo da serenata ” é fazer um resgate da cultura musical de Curaçá, que tem maestros na sua história, como o Meu Mano, que tinha a capacidade de fazer poesia e musicá-las nos diversos estilos, sobretudo transformando-as em valsas. Uma obra prima e original que deve ser conhecida por todos os amantes da música, principalmente pela juventude.”

A programação será extensa e diversa. Acontecerão desfiles dos seresteiros, shows musicais, homenagens aos seresteiros Meu Mano e Zé Raul e visitas às casas da cidade. O desfile dos seresteiros sairá do Clube de mães e culminará na Praça São Benedito, onde será montado um grande palco para as apresentações .

13453673_969412836490676_1660895640_n

“Ao mesmo tempo em que a gente está fazendo esse resgate musical de Curaçá, também vamos resgatar  a memória da boa música brasileira, revivendo clássicos de grandes cantores e compositores de todos os tempos, como Pixinguinha, Ary Barroso, Vinícius de Moraes, entre outros.” acrescentou Plauto.

O evento, aberto ao público, pretende se firmar no calendário cultural de Curaçá para o bem da música popular brasileira.  “Este é um sonho que estamos realizando com a ajuda de alguns amigos, com a adesão imensa dos moradores de Curaçá e apoio da Prefeitura. Nossa intenção é realizar esse evento todos os anos, marcando presença na musicalidade regional, brasileira e preservando a nossa memória.” Concluiu Plauto.

 

Por: Redação Preto no Branco

 

2 Comentários


  1. Que maravilha essa atitude,sou professora amo poesia,música Parabéns!!! Tiro o chapéu para curaca

    Responder

  2. Que maravilha essa atitude,sou professora amo poesia,música Parabéns!!! Tiro o chapéu para curaca qero parti par desse evento magnifico

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.