Sesab não aparece para discutir situação do Hospital Regional em Juazeiro e os médicos decidem pela grave

Sesab não aparece para discutir situação do Hospital Regional em Juazeiro e os médicos decidem pela grave

Os médicos do Hospital Regional de Juazeiro-BA, decidiram deflagrar greve geral a partir do dia 28 desse mês. A decisão foi tomada durante assembleia que aconteceu na noite de ontem (21). A classe já tinha decidido parar as atividades por tempo indeterminado a partir da última segunda-feira (20), mas com a promessa de ter suas reivindicações ouvidas, resolveu dar mais uma chance à Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

Foi marcada para ontem (21) uma audiência no Ministério Público do Estado da Bahia com um representante da Sesab, que não apareceu. No encontro, convocado para acontecer em Juazeiro os médicos pretendiam discutir a reestruturação do hospital e a garantia de regularização dos repasses, dentre outros temas.

Atualmente, o Hospital Regional conta com 74 médicos no hospital que atendem a uma demanda proveniente de 53 municípios pactuados. Os profissionais chamam à atenção para as péssimas condições de trabalho na instituição. Segundo a categoria, o serviço prestado aos pacientes é precário. Falta material básico para as atividades médicas, material de higiene e até medicamentos, além dos equipamentos estarem sucateados e haver, constantemente, atraso no pagamento do salário dos funcionários.

Os profissionais já tinham realizado duas paralisações de alerta nos dias 14 e 15 desse mês. Nossa equipe esteve na primeira assembleia que aconteceu no último dia 9. Nós conversamos com alguns médicos que denunciaram o estado do hospital.

Veja o vídeo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.