Tradição e religiosidade marcaram o São João no distrito de Barro Vermelho, em Curaçá, um dos mais originais da região

Tradição e religiosidade marcaram o São João no distrito de Barro Vermelho, em Curaçá, um dos mais originais da região
13515255_258518351173927_205731225_n
FOTO: Anderson Motta
O pequeno distrito conserva a autenticidade dos festejos juninos e promove dois dias de muito arrasta-pé, forró, numa manifestação cultural genuína que já tem um público cativo.
São famílias do lugar que levam amigos, moradores da redondeza e visitantes que buscam uma festa mais tranquila, com direito a fogueiras, forró pé de serra, comidas típicas e muita animação.
A festa no Barro Vermelho começa cedo. Já no dia 23 pela manhã, um  grande “arrastão” do forró visitou dez casas pré selecionadas para receber um grupo de pessoas animado por sanfoneiros. De casa em casa elas comem, bebem e levam alegria pelas ruas do povoado.
A noite, o palco montado no pátio de eventos recebeu shows de forrozeiros e bandas contratadas pela Prefeitura de Curaçá que levaram a festa até o amanhecer. No repertório, clássicos da música junina e canções que tornaram-se verdadeiros hinos do São João do Barro Vermelho.
Os shows ficaram por conta dos Amigos do Forró, Tinho do Acordeon, Walmirzinho do Acordeon, Ivan Araújo, Forrozão Classe A, Xote das Meninas e Júlio do Acordeon.
No dia 24 de junho aconteceu a procissão de São João, padroeiro de lugar. A manifestação religiosa reuniu fiéis e visitantes que pagam promessas por graças alcançadas e renovam a fé ao santo padroeiro.
“Quem conhece o São João do Barro Vermelho, não deixa de marcar presença todos os anos. Uma festa saudável e de muita riqueza cultural”, declarou o bancário Helder Belo.
13565358_258518347840594_996562537_n
FOTO: Anderson Motta
Idosos, adultos, jovens e crianças participam da festa, vivenciando um encontro de gerações, onde as tradições culturais são mantidas e preservada a memória do aconchegante Barro Vermelho.
Adilson Souza, comerciante, natural de Barro Vermelho, abre a casa e o coração para receber familiares e amigos na conhecida “Pensão de Dona Nina”. Todos os anos o número de “hóspedes” da pensão só aumenta.
 “Já virou uma tradição receber os amigos para o São João e nós, do Barro Vermelho, fazemos questão de recebê-los com muito acolhimento e festa. Agora que temos água do São Francisco e estrada boa, o número de visitantes só aumenta. A nossa festa é a mais animada da região porque tem o calor humano, tem amizade, tradição e o reencontro das famílias aqui do distrito”, concluiu Adilson.
Quem viveu a animação do São João do Barro Vermelho já sente saudade do clima de festa boa e já faz planos para voltar. É sempre assim…
 Por: Sibelle Fonseca
Fotos: Anderson Motta

1 comentário


  1. Lindo texto… Parabéns Sibele por fazer parte desses amigos que sempre estar em Barro Vermelho..
    Sua presença foi maravilhosa,obg….

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.