Coletivo Ana Montenegro lança nota de repúdio ao governador Paulo Câmara por declarações e orientações machistas para “evitar” estupros

 

paulo-camara-governador-eleito-de-pernambuco-concedeu-entrevista-ao-uol-em-27nov2014-a-gravacao-ocorreu-no-estudio-do-uol-em-brasilia-1417119393268_956x500

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, defendeu as orientações dadas pela Polícia Militar de Pernambuco às mulheres para que evitem serem vítimas de estupro. Entre as dicas, a assessoria de comunicação da PM sugere que as mulheres pernambucanas evitem o consumo exagerado de bebida alcoólica, a exposição pessoal em redes sociais e que evitem andar na rua sozinhas, sem pessoas de confiança.

Contradizendo as afirmações do governador,  segundo o Ipea, “70% dos estupros são cometidos por parentes, namorados ou amigos/conhecidos da vítima, o que indica que o principal inimigo está dentro de casa e que a violência nasce dentro dos lares”. Ou seja, a maioria das ocorrências de estupro não acontecem quando a mulher está bêbada demais ou andando sozinha na rua.

Em relação à declaração do governador, o Coletivo Feminista Classista Ana Montenegro publicou em sua página no Facebook, repudiando tais declarações pois possuem um conteúdo machista e que culpabiliza a mulher (vítima) pelo estupro.

Nota de Repúdio ao governador do estado de Pernambuco, Paulo Câmara.

O Coletivo Feminista Classista Ana Montenegro vem por meio desta nota, repudiar as orientações fornecidas pela PM-PE e o apoio do governador Paulo Câmara.

Essas “orientações” são: “evitar uso de bebida alcoólica em exagero; exposição em redes sociais; e procurar andar em companhia com pessoa de segurança”. Tal declaração demonstra com clareza a mentalidade de culpabilização da mulher, reforçando veemente a cultura do estupro e a naturalização da subjugação da mulher.

A base de tal compreensão é fruto de uma sociedade patriarcal e capitalista que oprime e explora as mulheres, sobretudo as mulheres da classe trabalhadora.
Questionamento e difamação da vítima com o objetivo de que seu relato seja desacreditado, são posturas comuns por parte do Estado e da sociedade na sua totalidade.

Não toleramos! Não aceitaremos a punição de nenhuma vitima!!

MACHISTAS NÃO PASSARÃO!

Link da infeliz declaração do governador: http://jconline.ne10.uol.com.br/…/governador-fala-sobre-aum…
Link de um caso de violência no Sertão de Pernambuco: http://pontocritico.org/…/violencia-contra-mulher-duas-jov…/

Coletivo Feminista Classista Ana Montenegro – Pernambuco

Matéria por Ananda Fonseca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.