Professor flagra poda de Ipês roxos e Caraibeiras e reage: “O sistema de poda em Juazeiro é irresponsável”

O professor e pesquisador, Josemar Martins Pinzoh, entrou em contato com a redação do portal Preto No Branco para denunciar a poda de árvores nativas da caatinga, que estão prestes a florescer. De acordo com ele, a ação foi realizada hoje (06), por funcionários da Prefeitura de Juazeiro, na Avenida Luiz Inácio Lula da Silva.

“Indo para a UNEB me deparei com duas pessoas podando as árvores da avenida. O que me surpreendeu foi que entre elas estavam Ipês roxos e Caraibeiras, que floram todos os anos no período da primavera, que acontece entre o final do mês de agosto e início de setembro”, relatou o professor.

Pinzoh afirmou que tentou impedir a poda. “Eu reagi e resolvi falar com os trabalhadores, que acionaram o responsável pelo ordenamento das podas, de nome Gilberto”, declarou.

O professor disse ainda que ao questionar o motivo da ação, recebeu diferentes justificativas. “A primeira justificativa que me deram foi de que as árvores têm que ser podadas mesmo. Depois disseram que os moradores reivindicaram a poda porque estava escuro. O que nós mais precisamos nessa região é de sombra, as pessoas disputam sombra e não sabe produzi-las. Eu ando por essa avenida e não vejo essa escuridão. As árvores são espaçadas. Ainda argumentaram que as pessoas que passam pela avenida precisam desviar das árvores, correndo o risco de descer da calçada e sofrer um acidente. Também não concordei com essa justificativa e continuei argumentando para tentar evitar que podassem a caraibeira”, contou.

Pinzoh, que há mais de oito anos observa a primavera em Juazeiro e é autor do trabalho “Primavera Urbana” um  registro da floração das duas espécies, finalizou afirmando que o sistema de podas em Juazeiro precisa ser melhorado.

“Acredito que essa atitude tem que ser discutida seriamente com a prefeitura e com as pessoas que controlam as podas da cidade. A forma como vem sendo feita a poda em Juazeiro, não é nada técnica, beira a irresponsabilidade e desinformação. O próprio Gilberto, que me apontaram como o responsável pelo setor de poda, me disse que não sabia que a caraibeira floresce nesta época. Aliás, ele nem sabia qual era a espécie. A prefeitura não tem um ambientalista que passa orientar essa equipe? Eu acho isso um absurdo. A prefeitura precisa ser responsabilizada para poder cuidar melhor desse sistema de poda na cidade”, finalizou.

O PNB está em contato com a prefeitura, em busca de respostas para as reclamações do professor.

Fotos: Josemar Pinzoh

Da Redação

2 Comentários

  • Suely Almeida disse:

    Concordo plenamente com o professor Josemar. Que absurdo podar essas árvores, dessa forma e principalmente nesta época em que os ipês e Craibeiras dão vida a cidade por meio de suas belas flores.

  • Sebastião disse:

    É notório o descaso com o meio ambiente por parte da gestão de Juazeiro. Passando pela orla da cidade melhor deparei com várias árvores antigas mortas por doenças e outras já cortadas onde não se providenciou uma nova muda. Se com as árvores não há cuidado, imagine com o resto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.