Petrolinense lança sistema que fiscalizará os gastos públicos no combate ao CoronaVírus em 7 cidades do sertão

 

O pesquisador Alan da Silveira lançou nesta quarta-feira (27) o projeto “Fiscaliza Sertão” que busca acompanhar os gastos públicos no combate ao Corona Vírus em 7 cidades do sertão pernambucano.

O projeto Fiscaliza Sertão tem quatro objetivos:

1-Incentivar a fiscalização pela população das contas dos municípios sertanejos;
2-Combater a corrupção e as irregularidades nas medidas contra a pandemia;
3-Evitar uma precarização do serviço de saúde na região;
4- Denunciar todas as irregularidades comprovadas ao MPPE;

Alan detalha que o objetivo principal é “vamos acompanhar gastos e denunciar possíveis irregularidades nas compras e serviços sob a responsabilidade das 7 cidades sertanejas que estão na região de saúde de Petrolina.”

O Projeto que focará nas cidades de Petrolina, Afrânio, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó, Santa Maria da Boa Vista e Cabrobó contará com um sistema online onde a população também poderá fazer denúncias de irregularidades que estão vendo nas suas cidades.

“O que nós queremos, além de fiscalizar esses gastos, é trazer a população para o projeto. Eles também devem agir como fiscais do governo” afirma Alan ao apresentar a iniciativa única na região.

No sistema onde o cidadão denuncia deverá ser colocado imagens e documentos que possam comprovar as irregularidades e tudo deverá ser descrito da forma mais detalhada possível. Alan explica que isso é exigido pois será avaliado por uma equipe jurídica.

“Junto com uma equipe jurídica, vamos verificar as informações, avaliá-las e, caso confirmado, denunciaremos aos órgãos competentes.” Explica o pesquisador.

“Seremos implacáveis no combate a corrupção e irresponsabilidade nas cidades que nos rodeia e não permitiremos de forma alguma que nossa região caia nesses desmandos. Em momentos de crise o bem público precisa ser tratado de maneira correta e a sociedade deve ajudar nisso”, diz Alan.

O sistema já está online no site alandasilveira.com/fiscaliza-sertao e a equipe já tem analisado as cidades, semanalmente relatórios serão publicados nos sites e as denúncias analisadas para serem levadas o MPPE e autoridades competentes.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.