Técnicos de saúde discutem em Sala de Situação dados e ações da COVID 19 na região Norte da Bahia

 

Técnicos de saúde da região Norte da Bahia discutiram, nesta sexta-feira (29), durante reunião virtual da Sala de Situação, dados e ações para combate, prevenção e medidas provenientes para atuações em casos positivos e negativos da doença em pacientes sintomáticos e assintomáticos detectados via teste rápido. Participaram representantes do Núcleo Regional de Saúde, Secretaria da Saúde de Juazeiro, Hospital Regional e o médico infectologista, Washington Luís.

A reunião foi gerenciada pelo sanitarista da Vigilância Epidemiológica do NRS/Região Norte, Helder Coutinho, que apresentou a nova nota técnica do Certificado de Operações Estruturadas (COE) Nº 68 de 28 de maio de 2020. O documento entre outros dados ressalta o comportamento mediante casos confirmados e descartados sendo sintomáticos ou assintomáticos para a COVID 19 realizados por meio do teste rápido em profissionais de saúde.

As orientações abordadas para teste negativo foram às seguintes: resultado negativo em pessoa assintomática que desenvolva atividade laboral essencial pode retornar imediatamente as atividades; indivíduos sintomáticos e com testagem negativa devem ser submetidos a exame laboratorial, medida para evitar um falso negativo. Já as orientações de isolamento em casos positivos são pontuais: pessoa sintomática e com resultado positivo deve completar no mínimo 14 dias em isolamento a partir do início dos sintomas, e ter pelo menos 72h sem febre e com melhora dos sintomas para poder retornar às suas atividades. As pessoas assintomáticas e com resultado positivo devem completar 7 dias em isolamento a partir da data de realização do teste rápido.

“De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o período de incubação do SARS-CoV-2 varia de 1 a 14 dias e a orientação é que se o profissional apresentar qualquer sintomatologia gripal deve ser afastado das atividades laborais, realizar o exame, e somente retornar as atividades quando não estiver com sintomas, como apresentado na nota técnica”, explicou Helder Coutinho.

Dentre as medidas abordadas pela superintendente de Vigilância em Saúde, Tatiane Malta estão às ampliações das barreiras sanitárias implantadas no município, com pontos fixos, a exemplo do Mercado do Produtor, onde as profissionais que aferem a temperatura corporal das pessoas realizam em média 500 aferições por dia. As demais implantadas no ponto da barquinha na Orla, área bancaria, terminal de transbordo municipal e na BA 210, entrada do distrito de Itamotinga têm uma média de 200 aferições por cada ponto. Nestas novas barreiras, sete pessoas apresentaram temperatura acima de 37.6º graus e foram direcionados para os postos de saúde e/ou Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Tatiane Malta ainda ressaltou a efetividade do ponto de coleta da COVID 19 implantado dia 11 de maio na cidade.  “O nosso ponto de coleta sem dúvida está sendo referência para um diagnóstico mais rápido dos casos positivos e negativos e, até o momento, realizamos 297 testes rápidos sendo 15 positivos e 282 negativos. Em Juazeiro temos dados relativamente significativos para casos confirmados da COVID 19, estamos com 68 casos e destes 23 com cura clínica, lembrando que desde fevereiro trabalhamos para combater esse vírus e consequentemente a infecção da população”, explicou.

Débora Sousa/SESAU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.