Juazeiro e Petrolina: Comércio reabre, pessoas vão às ruas e cientista alerta “Eu tenho algumas projeções …”

O médico e cientista Miguel Nicolelis, demostrou preocupação em relação a reabertura do comércio em alguns cidades baianas, incluindo Juazeiro. Ele é membro do Comitê Científico do Consórcio Nordeste, que monitora os casos do novo coronavírus, com objetivo de orientar governadores da região a tomar decisões no enfrentamento à Covid-19.

Em entrevista ao Bahia Meio Dia, da rede Bahia, o médico afirmou que a principal preocupação é que a retomada das atividades consideradas não essenciais leve mais pessoas para as ruas, diminuindo assim o isolamento social, que é a principal forma de conter a proliferação do vírus.

“Nós ainda temos uma posição de cautela, porque os dados ainda estão subindo. Tem boas notícias, mas tem também a preocupação, por causa do crescimento dos casos. Tanto dos casos confirmados quanto dos óbitos nas cidades, que sugerem que a gente tenha um pouco mais de cautela nessa possibilidade de reabrir comércio, principalmente nas cidades do interior, cidades que estamos monitorando e estamos vendo ainda crescimento de casos”, alerta Nicolelis.

Para ele a conexão de Juazeiro, no norte da Bahia, com Petrolina-PE, também é uma preocupação para o Comitê.

“Eu tenho algumas projeções. Juazeiro teve um aumento de 23 casos em 14 dias, um aumento de 191%. Então isso entra na nossa categoria de monitoração mais próxima, porque um aumento nessa magnitude é significativo”, afirmou o médico.

O aumento no número de casos em Juazeiro apontado por Nicolelis, é maior do que o de cidades como Vitória da Conquista, com  108% e Feira de Santana, com um aumento de 185% em 14 dias. Os dados foram medidos até a sexta-feira (29), segundo o médico.

Nicolelis apontou ainda que nas cidades onde o fechamento do comércio foi feito de forma mais rigorosa, houve a queda nos números de ocupação das UTIs.

Na quinta-feira (28), ao anunciar o plano de reabertura do comércio, o Prefeito de Juazeiro informou que o índice de isolamento social na cidade era de 48%, já bem a baixo do considerado como ideal pelas autoridades de saúde, que afirmam que o número tem de girar em torno de 70%.

A primeira fase do plano teve início hoje, com a reabertura de lojas varejistas em geral, óticas, suplementos, produtos naturais e outros estabelecimentos de áreas não essenciais. As mesmas poderão funcionar das 8h às 18h, de segunda a sexta, com exceção de feriados. Também voltou a funcionar o sistema de estacionamentos rotativos zona azul.

A segunda-feira de reabertura, tanto em Juazeiro, quanto em Petrolina, que também reiniciou o seu plano de reabertura hoje, levou um número considerável de pessoas às ruas, os estacionamentos do Zona Azul, na cidade baiana, foram disputados.

O Prefeito de Juazeiro, quando flexibilizou as medidas, ressaltou que “a manutenção do funcionamento de lojas e dos demais empreendimentos está condicionada ao cumprimento de todos os protocolos de segurança estabelecidos para cada setor e aos indicadores de avanço da pandemia na cidade e percentuais de ocupação de leitos. Caso o município atinja 70% da capacidade de atendimento na rede de saúde, o plano será reavaliado.

Até o momento, Juazeiro registra 79 casos positivos da doença e cinco óbitos. O município registra ainda 39 recuperações, ou seja, pacientes que estão com cura clínica.

 

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.