Petrolina registra queda semanal de casos da covid-19, aponta levantamento de Comitê de Enfrentamento

Hospital de Campanha de Petrolina-PE (foto: arquivo)

Dados do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus de Petrolina, no Pernambuco, mostram que o município aparenta dá os primeiros sinais de estabilidade na transmissão da covid-19. Após ter nove semanas de crescimento, a cidade sertaneja fechou um ciclo de sete dias com menos casos que no mesmo período de tempo antecedente.

Segundo o comitê, houve uma queda de 23% nas ocorrências. No sábado (29), o município fechou a semana totalizando 61 casos confirmados, 19 diagnósticos a menos que entre os dias 17 e 23 de maio. O número de óbitos também não teve crescimento. Dois pacientes faleceram tanto na última quanto na penúltima semana de maio.

O primeiro caso de coronavírus em Petrolina foi registrado no dia 23 de março. De lá para cá, foram superadas 10 semanas de convívio com o vírus na cidade. Foram nove semanas com números crescentes nas ocorrências, indicando uma tendência de epidemia. Apenas a última semana de maio apresentou um movimento de estabilidade de casos com viés de queda, segundo o levantamento.

Queda na ocupação da UTI

Ainda segundo os dados, houve redução no número de leitos ocupados nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) da rede pública, administrada pela Prefeitura de Petrolina e o Governo do Estado. O município já teve 75% dos leitos públicos de UTI ocupados. Agora, o índice é de 66,6%. Do total de vagas, apenas 20% é ocupada por moradores de Petrolina; 40% é utilizada por pacientes da Bahia; e 6,6% por pessoas de outros municípios de Pernambuco.

Em termos de comparação com outros municípios, a situação de Petrolina é mais tranquila no momento. Cidades como Caruaru, Jaboatão e Recife apresentam um cenário mais difícil de lidar pelo volume maior de pacientes na UTI.

“Esse é um ponto crucial no enfrentamento ao coronavírus. Quando a UTI da rede pública fica próxima da lotação, isso pressiona o sistema de saúde. Felizmente, em nenhum momento ficamos perto do colapso. Por isso, o isolamento foi mantido e a testagem ampliada. Quanto mais monitoramos os casos e reduzimos a possibilidade de propagação do vírus, menos chance da rede pública entrar em colapso. Este é mais um indicador importante que precisamos seguir avançando porque representa diretamente a preservação de vidas não apenas dos pacientes de coronavírus mas de toda pessoa que precisa ir para um tratamento intensivo”, disse o prefeito Miguel Coelho (MDB).

Casos em Petrolina

Petrolina não confirmou novos casos da covid-19 neste domingo (31). São 253 casos confirmados até o momento, com 97 curas clínicas e oito óbitos. Do total de positivados, 182 foram confirmados através de testes rápidos realizados pela prefeitura e 71 diagnosticados através de exames laboratoriais.

A Secretaria de Saúde reforçou que o município tem uma taxa de letalidade baixa (3%) em comparação a cidades do mesmo porte em Pernambuco e bem menor que as das cidades da Região Metropolitana do Recife. A cidade sertaneja se destaca ainda no nível de testagem, com uma média de 1.368 por 100 mil habitantes, enquanto o estado de Pernambuco contabiliza 527 testes por 100 mil habitantes.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.