De agora: moradores pedem Polícia e Guarda Municipal para impedir “guerra de fogos” que está acontecendo na Flaviano Guimarães, em Juazeiro

Moradores da Avenida Flaviano Guimarães, no Centro de Juazeiro, acabam de entrar em contato com a redação do PNB para reclamar da “guerra de fogos” que está acontecendo neste momento e deve se estender até tarde da noite, como de costume.

“Todos os anos, nesta época junina é este inferno. Um grupo de jovens, muitos menores de idade, aqui da Flaviano e ruas próximas, promovem uma verdadeira guerra, tirando os sossego da vizinhança, e dos idosos do Abrigo, que fica aqui próximo”, reclamou um morador.

A ação dos jovens desrespeita também Decreto Municipal que instituiu o Toque de Recolher, a partir das 18 horas e a recomendação de não soltar fogos neste período de pandemia do novo coronavírus.

A “guerra de fogos”, segundo a fonte, acontece entres grupos da Flaviano Guimarães, Francisco Martins Duarte,  Ruas 1, 2 e 3, e do bairro Angari.

Os moradores pedem a intervenção da Polícia Militar e da Guarda Municipal para coibir a “brincadeira”.

” Eles desrespeitam as autoridades, a Lei do Silêncio, desrespeitam e incomodam os moradores e não estão nem aí para pandemia. Será que estão comemorando o que? São Pedro ou o número triste de mortes no país e na região? questionou indignada uma moradora da Flaviano.

Em matéria anterior, publicada pelo PNB os moradores disseram ainda que a “Polícia Militar já nem mais atende ao chamado da comunidade para coibir ação, pois muitas vezes a viatura vai até o local, mas assim “que viram as costas”, a guerra continua.

A Guarda Municipal também reclama da dificuldade que encontra para controlar a situação. “A gente vai, tenta resolver o problema e garantir o sossego da comunidade, mas eles voltam e nós temos outros bairros para atender, não podemos passar o tempo todo no local”, informou Santana, guarda municipal.

Encaminhamos a reclamação dos moradores, novamente, para os órgãos responsáveis.

 

Da Redação

2 Comentários

  • Thainara disse:

    Essas pessoas irresponsáveis, que não tem consciência e respeito nenhum.
    Isso é revoltante! Todo ano em junho em “grupo” de anencéfalos destroem a noite de toda vizinhança com essa guerra de bombas aterrorizantes. Crianças choram a noite inteira, idosos não dormem, adultos que trabalham e precisam dormir não conseguem. Fazemos denuncias a polícia e a mesma retarda o retorno e ou até mesmo nada faz! A gestão política muito pior, quando não se cria leis para punir esses vandalismo ou até mesmo apoio o só de fogos e bombas nessa época.
    Desde as 21 horas esse evento deprimente acontece, já liguei para o serviço responsável e nada!
    Agora às 00:25, o grupo grita, zomba, solta bombas e a baderna continua!
    Queremos paz, sossego e uma resposta efetiva da polícia!

  • Júlio César disse:

    O caso é muito sério, essa madrugada foi até às 3horas ou ou mais. Fico imaginando as pessoas que moram perto dessa baderna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.