Sem limite: sexta feira de aglomeração em bar no Alto do Cruzeiro, em Juazeiro, e PM age

(foto: reprodução)

A primeira sexta-feira após os cinco meses do fechamento de bares e restaurantes em Juazeiro, no Norte da Bahia, contou com a presença de clientes e foi tranquila na maioria dos estabelecimentos, que são obrigados a cumprir as orientações sanitárias determinadas em decreto municipal.

O PNB esteve em alguns estabelecimentos da Orla Nova, como o espaço Eme, e em um restaurante japonês, no Centro da cidade, e constatou que os proprietários investiram no cumprimento das normas. Na entrada, a temperatura dos clientes é aferida e há álcool-gel para higienização dos espaços. Houve redução e demarcação de mesas, e máscaras em clientes e funcionários. Sem aglomerações no Centro da cidade.

Cenário bem diferente do que foi flagrado em um bar no Alto do Cruzeiro, por uma guarnição da 75° Companhia Independente da Polícia Militar.

De acordo com informações obtidas pelo PNB, no estabelecimento, onde acontecia um show de voz e violão, pessoas dançavam no salão, sem evitar contato físico, e havia aglomeração. Além disso, no bar, que não tinha alvará para realização do show, por volta de uma hora da manhã, quando a PM chegou até o local, concentrava grande número de pessoas, animadas, se movimentando, sem restrições.

Pesquisando o decreto municipal, observamos que não consta um horário limite de funcionamento de bares e restaurantes. Procuramos a Semaurb e a assessoria nos informou que “de acordo com o secretário não há limite de horário”. Uma falha, pois limitar o horário de funcionamento seria também uma medida restritiva, e o que vem acontecendo em outras cidades brasileiras.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.