Juazeiro: Centro de Cultura João Gilberto está servindo de “comitê partidário de vereador”, diz denúncia enviada ao PNB

(Foto ilustrativa-arquivo)

De acordo com informações que chegaram ao PNB, de fontes que pediram para não serem identificadas, as salas do Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro, no Norte da Bahia, estão sendo utilizadas para reuniões políticas partidárias, contrariando a legislação.

“Somente essa semana já foram duas. Está acontecendo reunião partidária direto”, informou a fonte.

As reuniões seriam do PSD, que tem como presidente Damião Medrado, pai do Vereador Gleidson Medrado, liderança política responsável pela indicação do atual diretor do espaço cultural, Emílio Elói, também membro do partido.

Ainda de acordo com as informações, o equipamento público vem se transformando em um “comitê” político.

“O vereador Gleidson Medrado está dando é expediente no centro, fica lá direto, faz reuniões, e está atendendo a algumas pessoas lá. Eu sou testemunha do entra e sai. Uma pena ver a casa dos artistas virar ‘comitê’ partidário de vereador” , revelou.

Emílio Elói assumiu a direção do Centro de Cultura, após o publicitário Márcio Fabiano deixar o cargo no início deste ano. O nome de Iuric Martins foi o primeiro apresentando pelo Vereador Gleidson Medrado, atendendo a um pleito da classe artística, para assumir o centro. Iuric não aceitou o cargo alegando que “tinha projetos futuros”. Emílio Elói então passou a comandar a “Casa da Cultura” do território São Francisco, que deveria estar fechada para a realização da tão prometida reforma estruturante.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus o espaço foi fechado para ensaios e apresentações, como nos informou alguns artistas que utilizavam o espaço.

Entramos em contato com Elói e encaminhamos a denúncia. Ele informou que enviaria esclarecimentos sobre a situação, mas até o fechamento desta matéria não recebemos o posicionamento do gestor. Continuamos aguardando.

Bom lembrar que, a cessão do espaço publico para reuniões partidárias contrariam as normas do Centro de Cultura.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.