Planalto decreta sigilo de 100 anos ao cartão de vacinação de Bolsonaro

 

O Palácio do Planalto decretou sigilo de 100 anos ao acesso do cartão de vacinação do presidente Jair Bolsonaro, assim como qualquer informação sobre as doses que eventualmente ele venha a receber.

O parecer foi dado em resposta ao questionamento do colunista Guilherme Amado, da revista Época, com base na Lei de Acesso à Informação. O Planalto se negou a divulgar o cartão de vacinação pois se refere à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem” do presidente em exercício.

Ao longo de 2020, Bolsonaro deu declarações em que minimizava a pandemia e atribuiu por diversas vezes aos veículos de comunicação, a responsabilidade por instaurar o pânico com relação à doença transmitida pelo vírus Sars-CoV2, que já vitimou mais de 200 mil pessoas no Brasil.

“Lá no contrato da Pfizer, está bem claro: ‘Nós não nos responsabilizamos por qualquer efeito colateral. Se você virar um chimpan…, um jacaré, é problema seu”, disse o presidente em dezembro.

Em maio do ano passado, quando Bolsonaro não tinha ainda testado positivo para o novo coronavírus e participava frequentemente de manifestações antidemocráticas, o resultado do exame só veio à tona após a determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

Em live transmitida nesta quinta-feira (7), o presidente disse que não vai impedir que empresas privadas comprem doses da vacina contra a Covid-19, mesmo sem a garantia de imunização em massa por parte do poder público.

Com o general e titular do Ministério da Saúde, Eduardo Pazuello, ao seu lado, Bolsonaro por várias vezes demonstrou desconfiança na vacina e afirmou que uma das formas de prevenção contra a doença é pegar sol para fortalecer o corpo com vitamina D no organismo. As informações são do Congresso em Foco.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.