Nomeado para coordenar a Defesa Civil de Juazeiro o bolsonarista Ramiro Cordeiro

 

No Diário Oficial desta segunda-feira (11) a Prefeita de Juazeiro Suzana Ramos nomeou para coordenador da Defesa Civil, Ramiro Cordeiro, com salário de R$ 3.600.

Ferrenho crítico da gestão do ex-prefeito Paulo Bomfim, e bolsonarista declarado, Ramiro Cordeiro foi candidato a vereador no último pleito, pelo Patriota, obtendo 313 votos.

Internauta atuante Cordeiro tentou o papel de comunicador pelas redes sociais, fazendo transmissões ao vivo e gravações denunciando os problemas da comunidade.

Com a ocupação dada pela nova gestora, Ramiro Cordeiro deverá ter muito trabalho pela frente e respostas a dar a comunidade. Ele assume a Defesa Civil em um período de previsão de chuvas fortes no município.

A Defesa Civil é responsável por um “conjunto de ações preventivas, de socorro, assistenciais e reconstrutivas destinadas a evitar ou minimizar os desastres naturais e os incidentes tecnológicos, preservar a moral da população e restabelecer a normalidade social”.

Sendo assim, o novo nomeado para o cargo, deverá coordenar o trabalho de diversos órgãos do governo e da sociedade responsáveis pela resposta e prevenção de catástrofes (enchentes, alagamentos, etc).

Da Redação

 

 

 

3 Comentários

  • LEILA CRISTINA BARBOZA GOMES VIANA disse:

    No momento não devemos pensar em ser ou não boldonarista,petista,pmdebista,pcbista,democratista e por aí vai. O povo quer competência e soluções para os problemas da nossa cidade,e não seja por isso pois na relação de gestores publicada semana passada não tem um gestor que não seja petista e nem por isso foi exonerado do cargo, coisa que a Prefeita deveria ter feito.

  • LEILA CRISTINA BARBOZA GOMES VIANA disse:

    , Retificando”Boldonarista”. A Prefeita quer trabalho e não partidarismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.