Recuperado da covid 19, Mourão diz que vai tomar a vacina, pois essa é uma “questão coletiva e não individual”

 

Recuperado da covid-19, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), disse, nesta segunda-feira (11), que a vacinação contra a doença “é uma questão coletiva, e não individual”.

Mourão retornou as atividades, após cumprir o tempo de isolamento no Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-presidência, e voltou às atividades nesta segunda.

“Eu acho que a vacina é para o país todo. Não é uma questão individual. O indivíduo aqui está subordinado ao coletivo, neste caso”, afirmou. O vice-presidente disse que pretende tomar a vacina na sua vez, sem furar a fila. “Eu sou do grupo dois, de acordo com o planejamento (do plano de vacinação). Tomo antes, se for uma questão propagandística”.

O vice-presidente também lamentou as mais de 200 mil mortes no país por covid-19, ressaltando a importância da medicina e o número de recuperados — 7,1 milhões. “Infelizmente, existe esse número elevado, tanto é que na semana passada perdi dois amigos de longa data pra essa doença, mas a nossa medicina tem feito um papel muito bom”, afirmou.

Mourão pensa diferente de seu presidente Bolsonaro, que já afirmou que não irá se imunizar contra a covid-19, e tem frisado que a vacinação não será obrigatória. O chefe de estado, mais uma vez sem citar a fonte, tem dito que acredita que menos da metade da população irá se imunizar contra a doença. Segundo Bolsonaro, essa “informação” foi coletada em uma “pesquisa” informal, feita por ele, na praia, nas ruas.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.