Multas do Ibama caem para menor nível em duas décadas no governo Bolsonaro, indica relatório

 

 

As multas aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) caem para o menor nível em duas décadas sob o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), de acordo com projeto Fakebook.eco, de iniciativa do Observatório do Clima. Durante todo o ano de 2020, foram aplicados 9.516 autos de infração, queda de 20% quando comparado a 2019.

Entre 2013 e 2017, a média anual era de 16 mil autuações, aponta auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU). A queda recorde dos autos de infração abrange o período de intervenção das Forças Armadas na Amazônia.

Além da redução das multas ambientais, relatório da CGU mostra que houve queda de 88% dos julgamentos de processos de autos de infração de janeiro a agosto de 2020 na comparação com o mesmo período do ano anterior.

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.