Mercado do Produtor de Juazeiro: Ministério Público vai instaurar procedimento administrativo para acompanhar cumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta, com a gestão municipal

(foto arquivo)

Desde 2016, o PNB acompanha as dificuldades dos comerciantes e trabalhadores do Mercado do Produtor de Juazeiro, no Norte da Bahia.

As reclamações vão desde a falta de estrutura do entreposto comercial, até a ausência de limpeza e organização do Ceasa, primeiro do Norte Nordeste em volume e comercialização, e o quarto maior do país nesse segmento, segundo dados do CONAB.

Em 2017, a equipe da TV Preto no Branco esteve no local e mostrou a situação do mercado. Lixo espalhado, esgotos a céu aberto, falta de iluminação e segurança, essas foram algumas das reclamações dos comerciantes.

Veja:

Dois anos depois, nossa equipe voltou ao entreposto e encontrou os mesmos problemas.

Veja:

 

Neste ano, no último dia 09, o morador do Juazeiro IV, Armindo Severino, morador do Juazeiro IV, indignado, denunciou a falta de infraestrutura do mercado e reivindicou uma intervenção imediata do poder público, responsável pelo entreposto.

“A nova gestão deveria estabelecer como prioridade a mudança deste equipamento para um espaço mais amplo. Que se faça um estudo urgente para transferir o mercado para um local digno da sua importância para a economia de Juazeiro e toda região. Faz muito tempo que este espaço não oferece mais condições básicas para comerciantes, trabalhadores e consumidores”, reclamou Armindo Severiano.

No dia 17, recebemos mais um desabafo de um usuário do espaço. Sizernando Manoel Tavares diz que não suporta mais ter que utilizar o equipamento que mais parece uma “pocilga”.

“Na semana passada fui ao Mercado do Produtor, em Juazeiro, e me deparei com cenas horríveis. Em qualquer lugar sério desse país aquilo seria fechado, parece mais uma pocilga. Todas as doenças possíveis estão ali, e é visível que esse mercado não tem mais nenhuma condição de estar nesse local”, afirmou.

O PNB entrou em contato  o Ministério Público da Bahia. O órgão informou que vai instaurar um procedimento administrativo para acompanhar o cumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o Município de Juazeiro e o Ministério Público, tendo como objeto o Mercado do Produtor de Juazeiro.

 

Da Redação Por Yonara Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.